• faz-mal-prejudica-absorção-de-nutrientes-bloqueia-vitamina-benefícios-tomar-azeite-de-oliva-antes-de-dormir-vitaminas
    Curiosidades

    Como Harmonizar Café com Alimento com 23 Dicas Simples e Fáceis?

    O café é a bebida mais popular do mundo sendo possível observar que a população consome mais de 400 milhões de litros de café por ano!

    Grande parte da população brasileira consome essa bebida durante o período da manhã ou da tarde e sendo considerada por muitos a bebida favorita.

    No Brasil o café é bebido, geralmente com outros alimentos, para iniciar o dia, no café da manhã, após o almoço ou ainda para fazer uma pausa a tarde nos trabalhos. Neste momento é importante ressaltar que o café pode ser acompanhado de diversos tipos de pratos.

    Além disso, a bebida, assim como o vinho, pode ser servida com diversos acompanhamentos e receitas. Ou seja, o café pode ser harmonizado com doces, salgados, sobremesas e o que mais sua imaginação mandar.

    Informações e características importantes sobre o mundo dos cafés

    O café pode ter diversas texturas, tudo muda de acordo com a quantidade de líquido que é ingerido no momento do preparo da bebida. Sendo assim, alguns possuem uma textura mais rasa e líquida, enquanto outros possuem uma textura mais cremosa.

    O sabor, também deve ser um assunto tratado quando o assunto é café, em que alguns possuem maior acidez, fazendo o consumidor salivar, no momento de ingerir a bebida. Outros, possuem um sabor mais adocicado.

    Mas, o importante para um bom lanche e degustação, é o equilíbrio. Sendo assim, para a harmonização é importante ter um certo equilíbrio entre o alimento e o café. Quando consumido um alimento amargo e um café amargo, pode ficar algo pouco prazeroso de se consumir.

    Existem pessoas que preferem sabores mais doces ou mais salgados. Desse modo, é algo que deve ser levado em conta também no momento da harmonização.

    O que posso fazer para incrementar o meu café?

    Enquanto algumas pessoas buscam harmonização, outras buscam incrementar o seu café. Para isso, existem algumas dicas, sendo elas:

    • Use a canela em pó para cafés quentes e gelados;
    • Use baunilha no seu café, por meio de gotas de essência.

    Como preparar combinações perfeitas de café com alimentos?

    Para realizar combinações perfeitas de café com alimentos, é necessário conhecer algumas peculiaridades, que podem mudar de acordo com cada café e sua origem.

    Sendo assim, é importante ressaltar que cada grão, moagem e principalmente marca mudam a textura da bebida, sabor e consistência.

    Desse modo, os cafés brasileiros fabricados no país, possuem mais afinidade e combinam melhor com caramelo, doces de goiabada e chocolate ao leite.

    Enquanto os cafés africanos fazem uma melhor combinação com frutas cítricas. O café asiático, pode ser uma boa combinação com bolos, biscoitos e queijos.

    Cafés mais fortes, fazem uma combinação perfeita com queijos de sabores mais fortes. Pois, o café suaviza seus sabores e principalmente o sal presente nestes alimentos.

    Assim, é possível observar que existem diversas combinações a serem feitas, mas depende de cada tipo de café, para que a harmonização possa ser feita de forma mais saborosa.

    1 – Morangos, framboesas e amoras

    As frutas vermelhas, como os morangos, framboesas e as amoras, podem ser uma ótima combinação a ser feita com os cafés de Uganda, Quênia ou até mesmo Etiópia.

    2 – Mirtilos

    Diferentemente das outras frutas vermelhas, os mirtilos combinam com cafés jamaicanos e iemenitas.

    3 – Pêssegos, ameixas e damascos

    Os pêssegos, ameixas e os damascos, são frutas que fazem uma melhor combinação com cafés do Haiti e Tanzânia.

    4 – Torta de frutas

    Tortas de frutas, fazem uma melhor harmonização, com cafés da Costa Rica e os torrados do Brasil. Pois, o gosto forte destes cafés, diminuem a acidez da torta, deixando assim a combinação perfeita para aquele café da tarde.

    5 – Chocolate

    O chocolate é uma combinação perfeita com tudo e principalmente com diversos cafés. Sendo assim, o chocolate pode ser harmonizado com cafés colombianos, mexicanos, salvadorenhos, guatemaltecos, Kona e principalmente, o brasileiro.

    Uma regrinha básica para o chocolate, é que sua combinação deve ser feita com cafés de gosto mais amargo. Pois, assim irá diminuir o doce presente no chocolate.

    6 – Chocolate dark

    A melhor combinação a ser feita com o chocolate dark, é o café brasileiro. Pois, por conta com seus sabores intensos e acabam se complementando.

    7 – Chocolate ao leite

    O café colombiano, sumatra, etíope, kona, queniano e iemenita, fazem a melhor combinação com o chocolate ao leite.

    8 – Chocolate branco

    Para o chocolate branco, é importante fazer uma combinação melhor com cafés iemenita, colombiano e costa-riquenho.

    9 – Bolo de chocolate

    O bolo de chocolate, é um dos preferidos entre a população e como o chocolate, pode fazer uma ótima combinação com diversos tipos de café.

    Existem determinados cafés que merecem tal combinação, e que se tornam mais saborosos, quando acompanhados por este tipo de bolo. São eles: os cafés torrados escuros ou médios.

    Em relação ao bolo de cenoura, podemos dizer que o mesmo, faz uma ótima combinação com cafés colombianos.

    10 – Mousse de chocolate

    Mousse de chocolate é uma ótima combinação com o café, os grãos arábica torrados em ponto forte ou médio combinam de forma sensacional, quebrando o açúcar e equilibrando os sabores.

    11 – Pão de Trigo Integral

    Para o saboroso pão de trigo integral, uma ótima combinação seria os cafés do Brasil, Peru, Colômbia, Costa Rica e Guatemala.

    Todos os cafés possuem uma textura mais pesada, assim como o pão de trigo, o que torna uma harmonização perfeita.

    12 – Pão doce

    Uma ótima harmonização para o pão doce, são os cafés quenianos, Kona ou colombianos.

    13 – Pão inglês Scone de frutas

    Os cafés do Haiti, Quênia e Iêmen mostram ainda mais a doçura deste pão inglês.

    14 – Donuts e Croissants

    Estes não existem regras, nem sabor, nem determinados cafés, a combinação é perfeita com qualquer tipo de café presente no mundo. Claro que ainda vale a máxima de quebrar os mais doces com cafés mais intensos e fortes.

    15 – Bolos à base de caramelo

    Bolos à base de caramelo, fazem uma ótima parceria com os cafés guatemaltecos e Indonésios.

    16 – Queijo, manteiga e creme de leite

    Uma ótima combinação para a manteiga, queijo e creme de leite são os cafés da Índia, Kona, Java, Sumatra e Papua Nova Guiné.

    17 – Alimentos picantes

    As comidas e qualquer tipo de alimento picante, deve ter um acompanhamento bem pensado e estratégico. Desse modo, uma opção perfeita e especial para tais pratos, são os cafés gelados, sendo eles da Costa Rica, Honduras e Nicarágua.

    18 – Crepe salgado

    Os cafés mais ousados são uma ótima combinação para o crepe salgado.

    19 – Crepe de chocolate

    O chocolate combina com diversos cafés, mas o crepe não. Sendo assim, uma ótima combinação para este prato são os cafés colombianos.

    Pois, o café colombiano torrado, possui uma combinação perfeita, com o seu aroma e o sabor do chocolate presente no crepe.

    20 – Crepe de frutas

    Os cafés apropriados para o crepe de frutas, são os cafés do Haiti e Quênia. Que combinam os tons doces e cítricos com a intensidade dos cafés.

    21 – Carne

    Algumas pessoas podem achar isso um pouco diferente, mas, é uma ótima combinação a se fazer, principalmente com cafés torrados e escuros. Ou seja, mais especificamente os cafés da Índia, Papua Nova Guiné, República Dominicana e Sumatra.

    Esta é uma das combinações mais difíceis a ser feita, por isso merece maior cuidado e análise, no momento da harmonização.

    22 – Café da manhã ao estilo americano

    O café da manhã americano, deve seguir uma regra básica, ou seja, deve ser consumido com um café menos intenso, os da Costa Rica em torra média são uma excelente pedida.

    23 – Omelete

    A omelete não pode faltar no café da manhã de muitas pessoas. Sendo assim, os melhores cafés para fazer a combinação com este prato são: Indonésia, Java e Sumatra.
    Os de torra média a escura deixam o paladar limpo para degustar o sabor da omelete. Assim, você terá um café da manhã completo e saboroso.

    Conclusão

    Assim como diversas bebidas, o café deve ser uma bebida harmonizada de forma correta e deve seguir algumas regras.

    Pois, dessa forma você terá uma combinação perfeita e que irá ressaltar o gosto dos seus alimentos tornando-os ainda mais saborosos.

    Logo, faça uma combinação com as nossas dicas e tenha um prato delicioso, acompanhado de uma bebida quente e que agrada quase toda humanidade.

    Referências:

    https://www.homegrounds.co/coffee-food-pairing/

    https://www.thespruceeats.com/pairing-coffee-and-food-765585

    Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!
  • curiosidade-cafe-no-brasil-espresso
    Curiosidades

    Quais São os 19 Fatos Curiosos e até Surpreendentes Sobre o Café?

    Quando preparamos uma xícara de café pela manhã não temos muita ideia sobre quão interessante um mero grão pode ser.

    Muito além da sua bebida preferida ou aquela que você toma para acordar e ser capaz de fazer as coisas do dia a dia, o café está envolto de fatos intrigantes e muito interessantes, vamos falar sobre eles a seguir, será que você sabe todos?

    1. Quem bebe mais café no mundo?

    Já é sabido que o Brasil é um dos maiores produtores de café no mundo todo, mas será que também somos os maiores consumidores desta bebida? Apesar do grão fazer parte do cotidiano de muitos brasileiros, não somos o país que mais consome esse líquido.

    Esse posto pertence, na verdade, à Finlândia. Este país longínquo para nós, ingere anualmente cerca de doze quilos per capita. É café demais!

    O consumo mundial é de 1,3 quilos por ano por pessoa.

    2. Consumir muito café pode ser tóxico?

    Quem diria, mas é verdade, esse queridinho pode ser sim algo tóxico para o nosso organismo. Na verdade, ele pode até levar à morte, mas para isso você teria que consumir muito café, mas Muito mesmo.

    Para essa bebida te levar a óbito é necessário tomar de 80 a 100 xícaras de café dentro de quatro horas. É uma missão quase impossível, e que permaneça assim, tenho certeza que ninguém quer arriscar esse feito.

    3. Qual o melhor horário para tomar café durante o dia?

    Para quem ama esse item, toda hora é hora, mas cientificamente falando, o melhor momento para o nosso corpo ingerir café é entre as 9:30 e 11:30 da manhã.

    O que faz todo sentido, já que é justamente nesse horário que precisamos estar dispostos para fazer tarefas do dia a dia, como trabalhar e estudar, e o café ajuda e muito nisso.

    4. Café pode ser também considerado um medicamento?

    Sim, e dos bons, diga-se de passagem. Segundo um estudo da Universidade de Lund, na Suécia, de 2008, beber café reduz o risco de câncer de mama nas mulheres, preferencialmente entre aquelas que já têm uma variante do gene CYP1A2, que é relativamente comum. Este ajuda a metabolizar o café e o estrogênio.

    Um outro estudo, agora da Escola de Saúde Pública de Harvard, de 2011, entrevistou cerca de 48 mil homens que consomem seis ou mais xícaras de café por dia. Estes reduziram em 60% a possibilidade de desenvolverem câncer de próstata.

    Por fim, também uma outra pesquisa comandada por Harvard, indica que o café é um excelente antidepressivo. Pessoas que ingerem de duas a quatro xícaras dessa bebida por dia tem cerca de 50% menos chance de pensar em suicídio comparado com outros indivíduos.

    5. Por que chamamos a bebida de café?

    Existem algumas controvérsias com relação ao verdadeiro nome do café. Alguns acreditam que essa nomenclatura surgiu há cerca de mil anos atrás, quando alguns comerciantes árabes o trouxeram de sua viagem a África. Assim eles apelidaram o líquido extraído do fruto de qahwa, que significa emocionante.

    Foi com base nesta palavra que surgiu a nomenclatura kahve, que é turca, e café, em italiano.

    Por outro lado afirma-se que, na verdade, este nome é por conta de uma região chamada Caffa, na Etiópia, onde o fruto floresce de maneira espontânea.

    Durante o século XVIII a bebida ganhou dois apelidos, de vinho da Arábia – quando este chegou a Europa – e bebida do diabo, por conta das suas prioridades excitantes. Obviamente que esse último foi dado carinhosamente pela igreja da época.

    Outro fato interessante é que durante anos o café era uma bebida de taberna – os bares dessa época.

    6. Tem artista que tomou mais café do que outros ao longo da história?

    Sim!

    Entre as celebridades que amam essa bebida, o destaque fica para Johann Sebastian Bach. O músico chegou a dedicar uma peça musical para a bebida, o Kaffeekantate, que foi apresentada entre os anos de 1732 e 1735, em Leipzig, na Alemanha.

    7. Por que em alguns lugares onde o mesmo café espresso é vendido, um é mais forte do que o outro?

    Porque vai depender do grão que está sendo vendido. As duas principais espécies de café são Arábica e a Robusta. A Arábica, apesar de ser a mais valiosa e comercializada, tem muito menos cafeína do que a Robusta.

    Outro ponto que interfere na intensidade da bebida de região para região é o nível e o processo de torra do grão.

    A água usada, os processos que cada barista usa para extrair o líquido dos grãos e até mesmo o frescor dos grãos podem interferir.

    Em Nápoles, por exemplo, o espresso é bem forte.

    8. Há algum tipo de café naturalmente descafeinado?

    Como se sabe, para que o café torne-se um grão descafeinado ele precisa passar por um processo artificial para que isso aconteça. Mas aposto que você não sabia que existe uma variante, que é única e que já nasce sem esse elemento.

    O nome da espécie é Coffea charrieriana, que é originária de Camarões.

    9. Qual o blend de café tem mais cafeína?

    O robusta! Apesar dele não ser tão consumido quanto o Arábica, ele tem muito mais cafeína na sua composição do que o segundo.

    10. Qual café tem mais cafeína, coado ou espresso?

    A resposta parece ser bem óbvia, já que o espresso é uma versão mais concentrada de café. Mas, acredite se quiser, se você deseja uma xícara dessa bebida com mais cafeína, então opte pelo líquido coado.

    Enquanto em uma xícara de espresso você tem cerca de 100mg de cafeína, no coado a quantidade salta para 128 miligramas.

    E você ainda pode misturar os dois, se quiser. Aliás, essa combinação é chamada de café olhos vermelhos, ou seja, acorda até defunto.

    11. O café com torra escura tem mais cafeína que o de torra clara?

    Outro engano que pode ser cometido pelos amantes de café: achar que a bebida mais escura tem mais cafeína que uma clara. Na verdade, é justamente o oposto.

    Se você quer mais cafeína, opte pelo café light. Por ele ser torrado por menos tempo, ele tem um volume maior dessa substância.

    12. O café foi realmente descoberto pelas cabras?

    Aparentemente, sim. Pelo menos é o que conta a lenda. Segundo essa história, um criador de cabras que morava na Etiópia percebeu que os animais ficavam mais agitados depois que consumiam o fruto vermelho.

    Notando isso, o pastor acabou levando alguns grãos para um mosteiro e, pouco tempo depois, as pessoas começaram a usar esse fruto para fazer uma bebida, o café.

    13. O pé de café necessita de muita ou pouca água?

    Sim, muito mais que a carne bovina, inclusive. Enquanto os donos de gado gastam cerca de 1.800 galões para ter um quilo de carne, os produtores de café precisam de 2.500 galões para produzirem apenas meio quilo de café.

    14. Os grãos de café podem variar de cor?

    A resposta é sim. No começo, os grãos de café são verdes e, conforme vão amadurecendo, eles podem ficar vermelhos, amarelos ou laranjas, dependendo da variedade do fruto. Pra você ter uma ideia, existe uma versão vermelha do Bourbon e uma amarela.

    15. O pé de café pode viver até 200 anos?

    Pois é, um pé de café pode viver tanto quanto uma tartaruga. Uma muda totalmente desenvolvida sobrevive por até 200 anos.

    16. O café tem mais variedade de sabores do que o vinho?

    Sim, e o café sai muito na frente do vinho. Enquanto este tem cerca de 200 características aromáticas diferentes, o grão pode chegar a ter 1.500. É muita coisa.

    17. O café espresso tem esse nome porque é feito rápido?

    Apesar do nome dar realmente essa impressão, o espresso não leva essa nomenclatura por ser um café rápido. Na verdade, o termo advém de um verbo latino que significa pressionar para fora.

    18. É verdade que o café perde 70% do seu sabor após dois minutos do seu preparo?

    Verdade verdadeira! Segundo os padrões de preparo, o café não só perde cerca de 70% do seu sabor após dois minutos do seu preparo, como fica “velho” 15 minutos depois da extração.

    19. Café desidrata?

    Não, essa história de que tomar café desidrata é um mito. Segundo os cientistas da Universidade de Birmingham, algumas xícaras da bebida são tão hidratantes quanto água, então pode beber seu café tranquilamente.

    Essa ideia veio, na verdade, de um estudo feito em 1920. Mas obviamente que com o avanço da ciência e dos meios de pesquisa, resultados mais atuais mostraram que a informação dele desidratar não é verídica. Apesar que ainda ficamos bem intrigados com quem consegue beber uma xícara quente de café, no calor.

    Conclusão

    Apostamos que mesmo sendo um amante de café, você não imaginava como esse grão é super interessante. Muito além de ser nosso companheiro em todas as nossas manhãs, o grão é repleto de histórias e significados que nem todo mundo conhece.

    Consumir essa bebida é ótimo, mas saber um pouco mais da sua origem também é, isso com certeza vai mudar a forma como você consome ou mesmo enxerga o fruto.

    Referências:

    https://www.capsuleandcoffee.com/12-cose-che-forse-non-sai-sul-caffe/

    https://www.centraledelcaffe.it/10-curiosita-che-non-sapevi-sul-caffe/

    https://www.eatthis.com/coffee-facts/

    https://www.thrillist.com/drink/nation/coffee-facts-things-you-didn-t-know-about-coffee

    Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!
  • do-ph-tipos-de-grau-preto-acido-e-amargo-torra-pH
    Curiosidades

    Como Funciona Acidez do Café? Como Diminuí-la ou Aumentá-la?

    Uma simples xícara de café é uma explosão de sensações. Em um único gole você sente sabor, aroma, temperatura, acidez, amargor, enfim, um verdadeiro e grandioso acontecimento e, por conta disso, muitas vezes temos dificuldade ou mesmo não sabemos identificar cada elemento presente na bebida.

    Você sabe identificar a acidez no café? Lembrando que acidez e amargor são características totalmente diferentes, mas que são comumente confundidas pelos amantes dessa bebida.

    O que é essa acidez?

    Afinal de contas, como identificar a acidez no café? A acidez nada mais é do que aquela sensação que sentimos no final e nas laterais da língua quando comemos algo ácido. Ela pode ser tanto azeda, frutada ou picante.

    Existe um exercício bem fácil para identificar esse item. Pense nas sensações que você sente quando come uma bala ácida ou um limão, por exemplo. Só de pensar você vai sentir uma quantidade de saliva se formando nessas regiões.

    Os gânglios, que estão embaixo da nossa língua, são responsáveis por essa sensação e são ativados só com o fato de pensarmos que estamos comendo algo ácido. Pois então, quando você toma café e sente isso, é a acidez que você está experimentando na língua.

    Mas esse elemento vai muito além de causar esse tipo de impressão no seu paladar. A acidez é responsável por trazer a doçura, toques de frutas e a vivacidade para o café.

    Quando um grão consegue proporcionar tudo isso, um equilíbrio, fala-se que foi criada uma bebida brilhante. Pelo menos é isso que diz a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA).

    Quando o oposto acontece, é uma bebida avinagrada. É bom lembrar também que cada grão tem um nível de acidez, podendo ser alto ou baixo.

    Qual é a relação da acidez com pH?

    É basicamente com ele que sabemos o quão ácido um café é. Um grão puro e preto oscila entre pH 4, 5 e 6, mas isso vai variar de acordo com vários fatores.

    Só para se ter uma ideia, vamos supor que você compre um café de pH 5, o que parece bem alto, certo? Mas o chá tem o mesmo nível de pH de acidez, cerca de 5,5. Então não é tão alto como imaginamos.

    A maioria dos cafés especiais vem com a especificação de acidez na embalagem, assim fica mais fácil de você comprar aquele que tenha mais a ver com o seu gosto.

    Quais são os tipos de acidez?

    Dois tipos de ácidos são os mais comuns encontrados no café: o orgânico e o clorogênico.

    O primeiro pode ser tanto cítrico, como acético, málico e tartárico. Estes são considerados bons ácidos, o tipo que você quer na sua xícara de café. Sem contar que cada um dá seu toque único à bebida.

    Já o segundo, que é cafeico ou químico, não são nenhum pouco agradáveis e são os responsáveis por dar ao café adstringência, amargor e acidez.

    Agora vamos aos subgrupos.

    Ácido málico

    Você encontra o ácido málico, além do café, em frutas como caquis, maçãs e melancias. Já na bebida, costuma estar presente nos grãos que foram plantados em locais altos. Este detém um sabor suave, maduro, limpo e persistente.

    Ácido cítrico

    Como o próprio nome já dá a entender, o ácido cítrico é encontrado em frutas cítricas, como laranja, limão e abacaxi. É um tipo muito usado na gastronomia, já que o elemento tem o poder de preservar a coloração de outros alimentos, além de realçar sabores e aromas.

    Ácido tartárico

    Sabe o tipo de ácido que sentimos ao comermos uma uva? Então, esse é o tartárico. Como está presente nessa uva, consequentemente é encontrado nos vinhos.

    Além disso, podemos observá-lo igualmente em sais que foram produzidos a partir da fermentação do vinho.

    Ácido acético

    Por fim temos o ácido acético, que nada mais é aquele que vemos nos vinagres. Mas apesar de estar presente no café, nem de longe ele é uma boa notícia.

    Na verdade, quando sentimos esse tipo de acidez no café quer dizer que aconteceu uma fermentação indesejada no grão.

    Quando isso ocorre, os açúcares presentes passam por uma transformação, e é justamente ele o responsável pela famosa queimação no estômago, principalmente entre os consumidores que já são mais sensíveis nesta região.

    Quais são os fatores que influenciam a acidez do café?

    Como já mencionamos, diversos elementos interferem no tipo de acidez do café.

    Região de cultivo

    A começar pela região de cultivo, também chamada de terroir. A área onde o grão é plantado interfere diretamente nas características do café, incluindo a acidez.

    Por exemplo, a temperatura ao longo do ano, principalmente nas fases mais primordiais do cultivo, ou seja, na fecundação, passagem de água para verde cana e amadurecimento, são essenciais neste aspecto.

    Se caso a temperatura diminuir durante esse período, a planta sofre uma desaceleração, fazendo com que o nível de ácido cítrico seja muito maior.

    Um exemplo disso são os grãos cultivados em montanhas. Uma das principais características desse café é um nível mais alto de acidez.

    Processo de pós-colheita

    Pois é, o processo que o grão passa após a colheita também interfere no seu nível de acidez. Aqueles que são processados a seco – o café vai diretamente para a secagem – ganham mais corpo, aroma e doçura, mas, ao mesmo tempo, acabam escondendo mais a acidez natural do fruto.

    Já os grãos que são processados de forma úmida, ou seja, ele passa pelo despolpamento, fermentação e a retirada da mucilagem e, por fim, vai para a secagem, torna-se mais ácido, mas com corpo e aroma bem menos marcante.

    Ponto de torrefação

    Outro ponto primordial na acidez do café é sua torrefação. Ao todo, o grão possui cerca de 30 tipos de ácidos, incluindo aqueles que são benéficos a nossa saúde e pele, como é o caso do ácido clorogênico.

    E como estes são bem frágeis, é óbvio que é preciso ter cuidado com a temperatura a que os frutos serão expostos.

    Quanto maior a temperatura, menos ácidos o café terá. Você consegue ter uma percepção desse processo sabendo o tipo de torra do café que você está comprando.

    Por exemplo, o pó com torra clara é mais ácido, aquele com média tem uma acidez mais equilibrada, já o de torra escura é um café mais encorpado, mas com menos ácidos em sua composição.

    Moagem

    E, por fim, tem a moagem do café, é este processo que define o tamanho das partículas do fruto. Aqui entra a questão do tempo que o grão fica em contato com a água, sendo esta a responsável por extrair todas as características do produto, com a acidez se misturando a eles.

    Quando você utiliza um grão de moagem grossa, a água tem mais espaço para ficar em contato com o pó, por outro lado, boa parte das características do fruto ficarão retidos nos flocos. Neste caso, a escolha fica totalmente a cargo do consumidor, dependendo do tipo de café que ele deseja.

    Como controlar a acidez do café?

    Como aumentar?

    Se você quer mais acidez do seu café e, consequentemente, mais amargor, basta fazer uma extração mais rápida, ou seja, deixar o café menos tempo em contato com a água.

    Isso também vale para o tipo de moagem do café escolhido. Caso escolha um pó com moagem grossa, você vai conseguir mais acidez. Não se esqueça da temperatura da água, que deve ser relativamente alta.

    Como diminuir?

    Para diminuir, use uma água mais fria, assim como uma moagem mais fina. Só lembre-se que com esse pó mais fino e água mais gelada, é provável que você diminua a acidez, mas ressalte o amargor.

    O mesmo vale para o tempo de extração, que tem que ser maior por conta da temperatura da água.

    Como fazemos para equilibrar?

    Isso é muito relativo, pois também depende do seu gosto pessoal. Mas uma dica é usar uma moagem média, com um tempo de infusão menor entre 2 e 3 minutos – o tempo médio costuma ser de 4 minutos – e com uma água quente, mas que não chegou ao ponto de fervura.

    Claro que isso é apenas uma dica, pois, como comentamos, o café perfeito vai depender do seu gosto pessoal. O que indicamos é que você vá testando diferentes métodos de preparo, seja na questão da temperatura da água, moagem e tempo de infusão.

    Lembrando que a qualidade do café e da água que você usa para fazer a bebida também são essenciais para se chegar na xícara perfeitamente equilibrada.

    Conclusão

    Agora você não vai mais confundir amargor com acidez. Pode ser difícil no começo, tanto saber diferenciar quanto preparar um café com menos ou mais acidez, mas tudo é questão de prática. Utilize esse momento como uma desculpa para você experimentar diversos grãos de cafés e das mais diferentes marcas.

    Assim, você fica craque em sentir a acidez e ainda experimenta sabores e aromas novos.

    Referências:

    https://jayarrcoffee.com/blogs/news/reducing-acidity-in-coffee-a-helpful-guide-to-low-acid-coffee/

    https://www.homegrounds.co/is-coffee-acidic/#:~:text=You%20can%20make%20coffee%20less,in%20acidity%20to%20begin%20with.

    https://www.highergroundstrading.com/blogs/news/coffee-acidity

    https://www.techlifeland.com/make-coffee-less-acidic/

    Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!
  • como-tirar-seca-da-roupa-parede-roupa-branca-colorida-colchão-água-sanitária-colchão-limpar-sofa
    Curiosidades

    Quais são as Principais Dicas para Remover Manchas de Café com Facilidade?

    Apostamos que você costuma começar o seu dia com uma boa e velha – e quente – xícara de café, certo? Seja ele puro ou com um pouco de leite.

    Além de ter um aroma e um sabor delicioso, é a fonte de energia que você precisa para começar aquele dia produtivo e animado.

    Contudo, mesmo cheio de características positivas, tanto gustativas, quanto físicas, ele pode ser uma chatice se de repente respingar na sua roupa. Coisa que, aliás, é muito comum de acontecer, ainda mais quando sua camisa ou parte de cima da roupa é branca, não é mesmo?

    A mancha de café em si não é um grande problema, principalmente se você conseguir lidar com ela no momento do acidente. Mas a situação pode mudar se você deixar secar ou mesmo dependendo do tecido onde a bebida foi derramada.

    Para te ajudar nesse problema vamos apresentar ao longo do texto maneiras criativas e certeiras para remover essas manchas.

    Quais são os truques para remover manchas de café de tecidos de forma eficaz e simples?

    Além de ser um líquido com bastante pigmentação e ser bem ácido, o café, assim como o vinho, tem taninos em sua composição, isso faz com que ele cause manchas em diversos materiais com muita facilidade.

    Na verdade não existe um truque, mas vários para retirar esse resíduo das roupas e superfícies. A técnica vai variar de tecido para tecido, assim como mudará se a mancha já estiver seca ou não.

    Como remover mancha fresca de café?

    A primeira coisa que você deve saber ao retirar manchas de café de tecidos, em geral, é que a bebida sai com mais facilidade se esta ainda estiver fresca na sua camiseta ou na sua calça. Isso porque as partículas do líquido ainda não se fixaram no material.

    Sendo assim, o seu primeiro passo assim que a mancha acontecer é jogar água fria em cima do local, mas sem esfregar, pois isso pode estragar a sua peça de roupa. Com água corrente é bem provável que o resíduo saia em questão de minutos.

    Se mesmo assim a mancha não sair, você terá que usar a técnica para retirar resíduos secos de café, que falaremos a seguir.

    Como remover mancha seca de café?

    Se não deu tempo de você tirar a mancha no momento que ela aconteceu, saiba que existe sim uma técnica para eliminá-la, mas o processo será um pouco mais demorado.

    Para essa situação, você vai precisar de:

    • Pano limpo ou guardanapo de papel;
    • Detergente líquido para roupa;
    • Vinagre branco.

    Com isso em mãos, pegue o tecido manchado e molhe a região com água. Em seguida, adicione algumas gotas de detergente para roupa e esfregue com os dedos bem suavemente em cima da mancha. Por fim, deixe essa mistura descansar por cerca de cinco minutos.

    Caso isso não resolva, você vai repetir o processo, mas agora adicionando o vinagre branco junto com o sabão e a água. E aqui, ao invés de esfregar com os dedos, essa parte deve ser feita com uma escova de dentes com cerdas bem macias. Deixe descansar novamente por cinco minutos e depois enxague.

    O que podemos fazer para tirar manchas em tecido sintético?

    Primeiro, jogue água corrente na mancha. Em seguida, mergulhe a peça em uma solução de um litro de água morna, uma colher (sopa) de vinagre e ½ colher (chá) de detergente.

    Deixe de molho por cerca de 15 minutos e enxágue também com água morna. Agora, com a ajuda de uma esponja umedecida com álcool isopropílico, passe a mistura em cima da mancha.

    Isso vai remover o restante do café. Finalize fazendo um novo enxague, agora com água normal.

    Como eliminar manchas de carpete?

    Manchas de café em tapetes e carpetes são super comuns também. Para acabar com elas, em cima da sujeira coloque uma colher de sopa de vinagre e outra de sabão líquido, junto com uma xícara de água.

    Finalize direcionando um ventilador ou um secador de cabelo na região.

    Como remover manchas de tecido de algodão?

    A mancha em tecidos de algodão é mais fácil de tirar, você só precisa colocar a peça de molho em uma mistura com água morna, detergente e vinagre por cerca de 5 minutos, no máximo. Finalize enxaguando bem a roupa.

    Como tirar manchas de roupa jeans?

    Para eliminar as manchas da sua calça ou jaqueta jeans, coloque um pouco de bicarbonato de sódio em um pano úmido e esfregue a mancha.

    Como eliminar manchas do sofá?

    Além de manchar roupas, sempre acontece de cair café nos móveis também, se este é o caso, especificamente no sofá, existe uma técnica bem simples para você acabar com o problema.

    Aqui, você pode usar uma solução com bicarbonato de sódio e água. Misture os dois e esfregue o local com o auxílio de um pano limpo. Repita o processo até que o resíduo saia completamente. Esse método é mais recomendado para sofás de tecido claro.

    É possível remover a mancha do colchão sem estragar?

    E manchas de café no colchão, tem solução? Tem sim, e você vai precisar de:

    • Algodão;
    • Glicerina;
    • Detergente neutro;
    • Pano seco;
    • Pano úmido.

    Umedeça um pedaço de algodão com a glicerina e passe na mancha. Aguarde por 15 minutos. Em seguida, coloque um pouco de detergente em cima e com a ajuda do pano úmido, esfregue a região.

    Agora, com o pano seco, tire o excesso e seque bem o local. Essa última parte é muito importante para evitar mofo e fungos. Sendo assim, você pode finalizar passando o secador de cabelo na região, ou deixando o colchão no sol até ele esteja totalmente seco.

    Conclusão

    Como falamos no começo do texto, a mancha de café pode ser bem difícil de tirar dependendo do tecido, mas o importante é que dá para tirá-la, às vezes com um certo trabalho. Por mais trabalhoso que seja, contanto que ela não estrague sua blusa, tapete ou o seu colchão, é o que interessa, certo?

    Para isso, é só seguir nossas dicas e também ficar mais atento na hora que estiver saboreando sua xícara de café, lembrando que a bebida pode pingar sem querer aqui e ali!

    Referências:

    https://driftaway.coffee/how-to-remove-coffee-stains/

    https://realgoodcoffeeco.com/blogs/realgoodblog/how-to-remove-coffee-stains

    https://www.thespruce.com/how-to-remove-coffee-stains-2147090

    Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!
  • franquias-cafeteiras-dicas-para-abrir-uma-como-um-café-curso-barista-3-coracoes-plano-de-negocios
    Curiosidades

    O que Você Precisa Saber e Ter no Negócio de Cafés, Cafeteria e Coffee Shop?

    Quais os equipamentos e itens são precisos para abrir uma Cafeteria ou Coffee Shop?

    Que brasileiro é um povo para lá de criativo e com aguçada veia empreendedora, não é nenhuma novidade. Entre as diversas possibilidades de pequenos e médios negócios, destacamos a cafeteria, por ser um empreendimento altamente versátil e eclético.

    Todo mundo gosta de dar uma pausa no trabalho e descer (ou atravessar a rua) até aquela cafeteria para espairecer por uns instantes. Isso até mesmo faz parte da rotina de trabalho. Juntando a rotina de trabalho, a pausa e o amor pelo cafezinho, então temos aqui uma excelente oportunidade de negócio!

    A cafeteria está logo ali, de portas sempre abertas, para um café fresquinho numa conversa mais aconchegante e tranquila, longe do ambiente estressante do trabalho. Então lá vamos nós dar uma escapada na rotina no simples ato de entrar numa cafeteria…

    Mas é preciso que ela tenha um leque ampliado de opções para oferecer, pois há os apaixonados por cafés, há os que preferem sucos e mesmo os que vão atrás dos apetitosos salgados. O empreendimento deve ter alternativas para todos os gostos e paladares, mesmo que sejam poucos.

    Para uma cafeteira com larga clientela, recomendamos uma maior abrangência de serviços, muito além do tradicional cafezinho e lanches rápidos. Nesse caso, os equipamentos abaixo seriam os adequados para um negócio estável e, claro, rentável.

    Moedor de café e grãos

    Uma cafeteria que se preze deve oferecer a opção de café moído na hora. Para isso, você precisará de um equipamento chamado moedor ou moinho de café. Dos inúmeros modelos disponíveis no mercado, os moinhos se dividem nos tipos manuais e automáticos.

    Sendo os manuais mais indicados para o âmbito doméstico, vai ser preciso mergulhar fundo no aprendizado da utilização dos moedores automáticos, uma vez que cada tipo de café requer uma moagem diferenciada.

    Máquina de fazer café profissional

    Essa máquina será a mola propulsora do seu negócio, pois ela será a grande responsável pelo principal produto oferecido. Diante de centenas de opções disponíveis no mercado, é preciso que você avalie cuidadosamente vários pré-requisitos antes de adquirir a sua.

    Para começar, antes de qualquer coisa, verifique toda a parte da assistência daquele produto que mais te interessou. Onde se encontra a loja autorizada mais próxima? Verifique tudo detalhadamente, nada de impulsos. Porque, se a máquina pifa, como ficará seu negócio?

    Em seguida, dê prioridade aos produtos da linha profissional, pois estes é que darão o suporte que você vai necessitar para a evolução tranquila do seu Coffee- Shop.

    Essas máquinas de linha profissional preparam, além do tradicional expresso, uma série de outras bebidas com leite ou espuma de leite, por exemplo.

    Mas não fica aí, com elas, você consegue manejar de maneira mais correta e eficiente os diversos tipos de grãos de café e, consequentemente, terá uma extração de alta qualidade, proporcionando um produto imbatível para sua clientela.

    Filtro ou purificador de água de grande capacidade

    Se todas as bebidas oferecidas possuem água na formulação, você vai prepará-las com água de torneira? Claro que não! Então, você precisa de uma solução para abastecer a parte líquida das bebidas da sua cafeteria.

    E o filtro ou purificador de água chega como um coringa, pois ele filtra a água, tira aquele desagradável gosto de cloro e evita que se gaste com água mineral.

    Mas esteja bastante atento ao prazo de validade do filtro, evitando assim queda na qualidade dos produtos da sua cafeteria e consequentes reclamações (cobertas de razão, diga-se de passagem) e muita dor de cabeça.

    Liquidificador profissional

    Como dissemos, é necessário ampliar o leque de serviços para além do cafezinho e conquistar aquela freguesia diferenciada. Com o liquidificador, alguns outros produtos podem ser facilmente acrescentados ao cardápio: milk-shake, vitaminas de frutas, chocolate gelado, por exemplo.

    Existem centenas de modelos no mercado e você pode adquirir desde os mais simples aos mais modernos: depende do quanto você está disposto a gastar nesse equipamento e do tipo de bebidas que você pretende fazer.

    Um bom espremedor para frutas

    Imagine estar andando na rua sob um sol escaldante – o que não é raro no nosso país tropical – e poder entrar numa cafeteria charmosa e beber um suco de frutas feito na hora: é um privilégio para lá de refrescante!

    Para isso, existem espremedores elétricos ultra modernos, com peneira acoplada para coar naturalmente as sementes e o bagaço da fruta, deixando o sabor do suco deliciosamente natural.

    Está é uma opção bem interessante para quando seu público vem a pé ou caminhando por um grande centro de comércios ou shopping center, ou ainda com crianças.

    Forno elétrico e Microondas

    Como o mais tradicional acompanhante do café é o pão de queijo, você deve pensar no forno elétrico como um dos itens prioritários em seu negócio.

    Os clientes adoram ver os salgados e misto quentes preparados na hora, com aquela cara de fresco e recém saído do forno. Sem falar no aroma mágico que o pão de queijo deixa quando está quase pronto… muitos clientes não resistem!

    O microondas é sempre prático para um aquecimento rápido. Utensílio coringa em qualquer negócio do setor alimentício. É sempre bom ter um por perto!

    Estufa de salgados e vitrine com refrigeração

    Essa é a parte em que o pedestre que está andando na calçada se detém admirado ao ver os apetitosos salgados chamativos na vitrine: é um convite e tanto!

    Essa é uma tentação geral. A maioria das pessoas não resiste ao visual das coxinhas, empadas e acaba comprando mesmo sem fome “para comer mais tarde”.

    Geladeira, freezer e fogão industrial

    O freezer também é um dos utensílios de extrema utilidade e serve para manter congelados os alimentos que necessitam permanecer assim.

    Nessa lista encontram-se, por exemplo, as polpas de frutas, as carnes de hambúrgueres que serão utilizadas nos sanduíches mais incrementados, o pão de queijo, os sorvetes utilizados na preparação dos Milks-Shakes e alguns salgados.

    A geladeira é essencial para manter sob refrigeração alimentos que disso necessitam, tais como: manteiga, os frios em geral: diversos tipos de queijos e presuntos, iogurtes, requeijão, geleias, frutas variadas. Enfim, mais um utensílio de extrema utilidade.

    No caso do fogão industrial, sua escolha é opcional. Ele é recomendado para o caso de uma cafeteria que prepara seus próprios alimentos, sem contar com o serviço de fornecedores. Ou seja, para aqueles negócios com maior demanda e produção alimentícia local.

    Mas se a sua intenção é ter um charmoso negócio pequeno, contando com a ajuda de diversos fornecedores, então um fogão mais simples pode suprir perfeitamente as necessidades da cafeteria.

    Mesmo assim, você já deve se organizar para planejar adquirir um fogão industrial, na medida em que seu negócio começa a crescer e a demanda por alimentos preparados também.

    Lava-louças

    Esse é um utensílio que certamente une dois importante requisitos num local onde refeições são servidas: higiene e praticidade.

    Talheres, copos, xícaras e tudo o mais aqui colocado será higienizado em alta temperatura, o que proporciona a garantia de uma limpeza bastante eficiente.

    Mesmo que você não adquira um lava-loucas de imediato, será muito vantajoso mantê-lo na lista das futuras aquisições, pois ele dinamizará toda a carga de trabalho que, aliás, não é pequena.

    O que mais é preciso ter para um bom funcionamento da loja?

    Claro, em se tratando de um ambiente de refeições serão necessários pratos, copos, talheres, conjuntos de xícaras, guardanapos, porta -molhos e tudo o mais.

    Deixe cada mesinha totalmente incrementada: muitos clientes detestam ter que levantar para buscar o catchup (ou o açúcar) na outra mesa enquanto comem sua coxinha, por exemplo.

    Aqui, tudo vai depender do serviço que você deseja oferecer aos seus clientes, pois muitas cafeterias servem pequenas refeições e mesmo sopas e caldos nutritivos ao público mais focado na dieta.

    Por fim, deixe todos os contatos da cafeteria – telefone, e-mail, redes sociais, mensageiros eletrônicos – sempre visíveis para que o consumidor saiba que sua satisfação é a prioridade máxima e motivação de toda a equipe que há por trás de um simples café.

    Uma outra boa ideia é manter um daqueles boxes de críticas, elogios e sugestões. Tudo isso faz com que o cliente se sinta à vontade no local. De que adianta um negócio simpático e charmoso se o cliente não se sente bem ali, não é verdade?

    Como administrar e gerir sua cafeteira para ter sucesso?

    Para início de todo o processo, o ideal é que você se informe no Sebrae quanto a questão de toda a documentação, para evitar futuras dores de cabeça. Gerir um negócio próprio com seriedade e alcançar a estabilidade não é tão difícil quanto parece: no entanto, a organização deve ser sempre prioritária.

    Caso não queira cuidar da contabilidade, comece já a procurar um escritório de confiança que possa fazer isso para você. Fale com amigos que tenham seu próprio negócio e peça indicação e pesquise muito na Internet.

    Tenha uma maravilhosa equipe de limpeza sempre por perto. Cliente que encontra um garfinho sujo não volta mais e ainda sai falando mal do lugar. E não é esse o seu objetivo, não é mesmo?

    Recomendamos também que faça um curso de Gestão de Negócios para adquirir uma mentalidade mais apurada no assunto. Não esqueça: muita simpatia, sorriso e cortesia para com Sua Excelência, o Cliente. E ótimos negócios para você!

    Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!
  • adubo-com-e-casca-ovo-o-que-fazer-para-plantas-para-que-serve-beneficios-no-cabelo-liquido-ciclovivo]
    Curiosidades

    Quais São as 21 Maneiras Criativas para Reutilizar a Borra de Café?

    Não sei você, mas nós sempre tentamos reaproveitar algumas coisas que utilizamos no dia a dia, como é o caso da borra de café, por exemplo.

    Sabemos que esse pó não pode ser utilizado novamente para passar um novo café, mas a boa notícia é que ele tem sim muitas outras utilidades no dia a dia que podemos desconhecer. E é justamente sobre isso que vamos falar por aqui.

    1- Adubo para plantas

    Essa talvez seja a reutilização mais famosa para o aproveitar a borra de café: adubo para plantas.

    O café, quer dizer, o pó restante é utilizado nas plantas pois conta com diversos minerais que a terra em si não tem, como é o caso de potássio, ferro, nitrogênio, magnésio, cálcio, fósforo e cromo.

    Estes elementos ajudam a planta a crescer mais forte. Além disso, a terra também fica esgotada, pois a planta suga todos os nutrientes para si. Sendo assim, você utilizando um adubo – a borra de café – você não só deixa a folhagem mais forte, mas o solo também.

    2- Tingimento de tecidos

    Se você já derramou café na roupa sabe como essa bebida mancha imediatamente qualquer tecido. E que tal fazer isso de propósito?

    Quando você aquece novamente a borra de café, você consegue criar um corante super barato e eficiente para tingir suas roupas, seja para dar aquele ar mais vintage ou mesmo para disfarçar outra mancha já presente na peça.

    Você pode usar o item para tingir algodão, linho e rayon.

    3- Repelente contra mosquito da dengue

    Para quem mora em lugar com bastante verde tem que lidar constantemente com insetos.

    Se você sofre com esse problema, sabia que ela é um repelente natural não só contra insetos, mas principalmente o mosquito da dengue!

    Isso é possível graças a dois elementos encontrados nesse item: a cafeína e os diterpenos. Ambos podem ser bem tóxicos a estes animais.

    Para isso, basta você colocar um recipiente com pó de café na parte em que você quer deixar esses insetos longe – como a parte externa da sua casa ou apartamento, nos vasos e pires de plantas também.

    4- Eliminar maus odores em geladeira e freezer

    É horrível quando a gente deixa algum alimento guardado por alguns dias na geladeira ou no freezer e seu cheiro toma conta do eletrodoméstico, não é mesmo?

    Aí você fica dias tentando tirar o odor dessas comidas e elas parecem não sair nunca. Bom, seus problemas acabaram!

    Brincadeiras à parte, você também pode aproveitar a borra para tirar esse mau cheiro da sua geladeira. Pelo fato do produto ter em sua composição o nitrogênio, ele consegue eliminar esses odores quando entra em contato com o carbono.

    No caso da geladeira ou freezer, é só colocar um recipiente com ela dentro do local e pronto.

    5- Limpar panelas

    Pois é, até como produto para limpar suas panelas, ela serve. Por ser um elemento abrasivo, ele ajuda na limpeza de superfícies que são difíceis de lavar, além de ter ações antivirais e antibacterianas.

    Só tome cuidado onde exatamente você vai usar a borra, se o material do item em questão for poroso, ele pode ficar com manchas marrons ou remover o teflon.

    Para fazer a limpeza, é só jogar a borra na superfície e lavar como de costume.

    6- Combater formigas

    Como já falamos, o café é um repelente natural contra insetos, inclusive formigas. Caso estas estejam matando suas roseiras, por exemplo, é só aplicar o pó usado no solo, em volta dos caules.

    7- Desentupir pias

    Além de tudo, este pó também desentope pias. Basta jogar no local e deixar ela agir por uma noite inteira. Na manhã seguinte, deixa a água correr bastante pelo encanamento.

    8- Expulsar odores dos ralos

    Como já foi dito acima, a borra de café é um desodorizante natural, então caso esteja com problemas de odores fortes e ruins saindo de algum ralo da sua casa, seja da cozinha ou do banheiro, jogue-a nestes locais e deixe em repouso, preferencialmente de uma noite para um dia.

    9- Combate a celulite

    Quem não odeia a celulite, que atire a primeira pedra!

    A celulite, para quem não sabe, nada mais é quando a gordura entra no tecido conjuntivo sob a pele, causando os famosos buraquinhos, principalmente nas nádegas e nas coxas.

    Quando a borra de café é aplicada nestes locais, a cafeína ajuda a quebrar esses depósitos de gordura, além de aumentar o fluxo sanguíneo da região, diminuindo a incidência de celulite.

    Misture-a com óleo de coco ou água, aplique em todas as regiões afetadas e esfregue por 10 minutos. Faça isso duas vezes por semana e veja a diferença.

    10- Nutrição para o cabelo

    Sim, o café usado serve para nutrir os fios. Você encontra diversas receitas e o passo a passo por ai. Com isso você vai ter cabelos mais fortes e volumosos.

    11- Esfoliação do rosto

    Você sabia que o grão de café, por ter partículas grossas, pode ser usado como um esfoliante natural para a pele?

    Por conta dessa característica, ele tem o poder de eliminar as células mortas e outras sujeiras presentes em nossa pele.

    Algumas das opções, é usar esse resto do pó de café como esfoliante, misturando ele com água ou óleo de coco. Essa combinação serve tanto para a pele do rosto como do corpo.

    12- Remover odor de tempero nas mãos

    Uma coisa muito comum para as donas e donos de casa de plantão é ficar com aquele cheiro de alho, cebola e outros temperos na mão por horas a fio, apesar do aroma ser gostoso, tem uma hora que não dá mais.

    Se este é o caso, esfregue este pó do café que você passou mais cedo nas mãos. Espalhe nessa região como se fosse um sabão, ele vai ajudar a eliminar o cheiro de alho ou da cebola dos seus dedos.

    13- Potencializar a limpeza da casa como abrasivo natural

    Como dito, o café é um abrasivo natural, e por conta dessa característica você pode muito bem trocar os produtos químicos por esse elemento in natura para limpar a sua casa.

    14- Potencializar o crescimento de cenouras e outras raízes

    Se você quer aumentar o crescimento de cenouras e outras raízes, faça um fertilizante usando a borra de café. Misture cerca de 250g com 10l de água, depois deixe essa mistura descansar por 24 horas.

    No dia seguinte, coe e pulverize as plantas com esse líquido. Você também pode jogar o pó direto no solo, ou deixar em volta dos vasos.

    15 – Aditivo de shampoo para pet e para eliminar pulgas

    As pulgas parecem não ser muito fãs de café, e você pode usar isso a favor do seu pet.

    Depois de passar o shampoo próprio para cachorro ou gato, pegue o pó usado e aplique nos pelos dos seu amigo. Enxágue e deixe secar naturalmente. O pó também pode ser adicionado no shampoo.

    Mas fique atento, é importante o seu cão não consumir esse alimento pois ele pode ser tóxico para o seu cachorro.

    16 – Marinada de Carnes

    Você já imaginou que poderia fazer uma marinada usando borra de café?
    Misture a cerveja usada para essa técnica junto com o pó. Deixe a carne descansar e absorver os temperos nessa mistura por até 24 horas na geladeira.

    17- Limpar lareira

    Tem lareira em casa? Então você sabe como limpar as cinzas deste local pode ser difícil, ainda mais porque sempre acaba subindo aquela nuvem de fumaça e cinzas.

    Para evitar isso e tornar essa limpeza mais fácil, adicione o pó do café usado em cima das cinzas. Como ela deixa esta mais pesada, a tarefa fica muito mais fácil, você não inala essa nuvem de sujeira e estes restos de madeira queimada também não se espalham para outros lugares da sua sala.

    18 – Estimulante para crescimento capilar

    Sabia que a borra de café pode ajudar a fazer seu cabelo crescer? Isso é possível, novamente, graças à cafeína.

    A forma de usar é bem simples: antes de lavar os fios, espalhe-a no couro cabeludo e no cabelo em si, esfregue por alguns minutos. Depois é só fazer o processo de lavagem como de costume.

    O ideal é que você faça isso duas vezes na semana ou três, se achar necessário.

    19- Adubo de cogumelo

    Tem vontade de cultivar cogumelos no seu jardim? Ela também te ajuda nisso.

    Esse elemento é super difícil de cultivar, principalmente porque requer muitos nutrientes da terra. Como o café é uma fonte natural de vários elementos, basta usá-lo como adubo que com certeza você vai conseguir ter seu pé de cogumelo em casa.

    20- Vela artesanal

    Essa opção de como reutilizar o pó de café é duplamente boa, pois ela reutiliza a borra e restos de vela que você já tem em casa.

    O processo é o mesmo ao fazer qualquer vela. O design e como você vai fazer as camadas, fica a seu critério.

    É só misturar os ingredientes com o pó e depois fazer a moldagem.

    21- Ajuda a restaurar mobília antiga

    É normal que com o tempo, os móveis de casa fiquem com aspecto de velho por conta dos arranhões, principalmente naqueles feitos de madeira.

    Pois saiba que a borra pode te ajudar a eliminar esses riscos. Faça uma pasta com o pó usado e um pouco de água. Em seguida, aplique e esfregue a mistura em cima dos arranhões com um cotonete.

    Deixe por 10 minutos e depois limpe com um pano de algodão. Você pode repetir até conseguir a cor desejada. Só não esqueça de dar algumas horas de descanso entre uma aplicação e outra.

    Conclusão

    Se antes você ficava com dó de jogar a borra de café fora, agora você não tem uma, mas 21 maneiras de reaproveitar esse item. É só escolher o seu uso preferido!

    Referências:

    https://www.friedcoffee.com/uses-for-coffee-grounds/

    https://www.cuppabean.com/uses-for-coffee-grounds/

    https://www.healthline.com/nutrition/uses-for-coffee-grounds

    https://www.javapresse.com/blogs/enjoying-coffee/8-things-to-do-with-used-coffee-grounds

    https://www.finedininglovers.com/article/why-waste-coffee-grounds

    Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!
  • faz-bem-mal-o-que-significa-100%-arabica-colesterol-e-diabetes-azeite-de-oliva-antes-de-dormir-vitaminas-do-leite-pao-integral-engorda-mito-ou-verdade
    Curiosidades

    Como Tornar o Hábito de Tomar Café mais Saudável? Confira Nossas Dicas!

    Apostamos que você deve fazer parte da porcentagem dos brasileiros que começam o dia com uma bela xícara de café. Estamos certos, não é?

    Seja para ter mais energia durante o dia, para acordar ou simplesmente porque você gosta muito dessa bebida.

    Esse é um hábito, aliás, que está muito ligado a nossa cultura. Contudo, apesar de ser uma coisa que estamos acostumados a ver e a fazer desde muito cedo, será que a forma que consumimos esse líquido é saudável?

    Afinal de contas, além de ser uma bebida gostosa, o café está cheio de elementos benéficos à nossa saúde.

    Se pudéssemos acoplar o prazer com a saúde seria ainda melhor, certo?

    Veremos a seguir se você está fazendo isso corretamente.

    Quais ações simples devemos tomar para tornar o hábito de tomar café mais saudável?

    Como comentamos logo no começo do texto, está intrínseco na rotina do brasileiro começar o dia com uma boa xícara de café. Mas, além do líquido em si, temos que pensar no que você está colocando junto com ele.

    Mesmo sendo um item saudável, dependendo do acompanhante, você pode aumentar esses benefícios ou destruí-los.

    Uma boa alternativa para manter todos os bons elementos do café é tomando ele puro. Nós sabemos, não é uma delícia, mas acredite, vai te trazer resultados incríveis. Caso você não consiga, tente adoçar com itens mais saudáveis, como mel e canela, por exemplo.

    Além de manter todas as propriedades intactas do grão, são elementos naturais e com poucas calorias, perfeito para quem está preocupado não só com a saúde, mas também com o peso – que se relacionam dependendo do objetivo de cada um.

    E quais devemos evitar?

    É sabido que o café conta com diversos elementos bons para a nossa saúde, como os antioxidantes, por exemplo. Mas saiba que você pode estar matando esses pontos positivos.

    Tomar uma xícara com aquela colherzinha de açúcar, algumas gotas de adoçante ou quem sabe chantilly, é realmente maravilhoso, mas além de poder bloquear esses benefícios, essas opções de adoçante são uma bomba de calorias.

    Sendo assim, não são as melhores alternativas se você quer manter a saúde em dia.

    Claro que você não precisa tirar isso da sua rotina, afinal, ninguém é de ferro. Mas é bom evitar ao máximo e sempre que possível.

    Acrescentar leite de amêndoas?

    A resposta é sim! O leite de amêndoas é uma ótima substituição para os integrais e desnatados, principalmente porque ele tem apenas 80 calorias. Além disso, é uma excelente alternativa para quem é intolerante à lactose.

    Devemos utilizar adoçante?

    Apesar de termos a ideia de que o adoçante é mais saudável que o açúcar, isso na realidade é um mito. Ao colocar adoçante no café é como se você estivesse adicionando açúcar nele, então, nada muda.

    Se é difícil largar esse hábito, diminua a quantidade de gotas gradativamente, assim em breve você conseguirá beber sem ou quem sabe trocar por um elemento mais saudável, como a canela.

    Uma outra opção é o adoçante de stevia, que não é a melhor alternativa, mas já ajuda um pouco quem está acostumado com adoçante.

    Se for usar açúcar: refinado ou cristal?

    Nenhum dos dois! Ambos são bombas de calorias. Sabemos que um café adoçado com açúcar não tem igual, mas se você pretende ter uma dieta mais saudável, vai ter que começar a reduzir o consumo desse alimento.

    Faça o mesmo processo indicado com o adoçante, vá reduzindo gradativamente a quantidade até você não sentir tanta falta ou conseguir substituir por item mais saudável.

    Acredite, seu corpo e sua saúde vão te agradecer daqui alguns anos.

    Grãos orgânicos, devemos usar? Quais?

    Não é só com os acompanhamentos que vão no café que você deve se preocupar, esse cuidado também tem que ser voltado para o grão que você está consumindo.

    Muitas marcas no mercado vendem produtos cheios de elementos químicos, como pesticidas. Além disso, alguns ainda podem contar com restos de insetos – uma porcentagem desse resíduo é liberada nos cafés.

    E por mais que alguns sejam realmente nutritivos, entendemos que tomar insetos junto com café talvez não seja a forma como você quer começar seu dia!?

    Sendo assim, outra forma de tornar esse hábito mais saudável é optando pelos grãos orgânicos, que são cafés produzidos sem adição de agrotóxicos, além disso, todo o resto do processo é inteiramente natural e provavelmente manual.

    Isso é tão bom para você como para o meio ambiente. Veja abaixo algumas opções de marcas para você procurar e provar:

    • Native;
    • Nossa Casa Café;
    • Cia Orgânica;
    • Suplicy Orgânico;
    • Jacu Bird.

    Todas essas são opções de cafés totalmente orgânicos.

    Acrescentar canela em pó?

    Com certeza! Aliás, uma das melhores combinações que existem é café e canela. Essa especiaria é abundante de elementos positivos e conta com propriedades antioxidantes.

    É um item usado há muitos séculos, inclusive medicina ayurvédica. Uma pitada já é o suficiente para adoçar o seu café e deixá-lo ainda mais gostoso e saudável. Sem esquecer que você está tomando dois termogênicos juntos, ou seja, só benefícios para ajudar a emagrecer.

    Cacau em pó?

    Chocolate no café é saudável?

    No caso do cacau em pó em si ou o chocolate amargo e sem açúcar, sim, está liberado. Ambos possuem substâncias que podem melhorar as funções do seu cérebro, além de deixar a xícara de café ainda mais deliciosa.

    Uma boa combinação é café com leite de amêndoas, nozes e raspas ou uma pitada de chocolate amargo/cacau.

    Podemos usar cúrcuma em pó?

    Parece uma combinação um tanto quanto esquisita, mas acredite, esse dois combinam tanto quanto chocolate com morango. A cúrcuma ou o açafrão traz ao café mais antioxidantes, além de reduzir possíveis inflamações.

    Podemos beber o café com o estômago vazio?

    Apesar de ser um hábito muito comum para os praticantes de jejum intermitente, não é tão bom assim beber café com o estômago vazio. A bebida pode fazer você se sentir um pouco enjoado se não tiver comido nada antes, bem como, dependendo da acidez natural do café poderá afetar e ou irritar a parede interna do seu estômago.

    Neste caso, é preferível você consumir algum alimento saudável antes e só depois tomar a sua xícara de café.

    Misturado com água de coco, pode?

    Claro que pode! Aliás, essa combinação é perfeita para os dias quentes e para quem quer se manter hidratado durante o treino. Segundo pesquisas, a água de coco está lado a lado com bebidas esportivas que desempenham esse papel.

    Na verdade, ele é ainda melhor, principalmente se você optar pela alternativa natural, ou seja, comprar um coco mesmo e não a água vendida no mercado. Além de ser muito mais barato e muito mais gostoso.

    E óleo de coco?

    Liberado também! Assim como a água, o óleo de coco extravasa de propriedades que melhoram nossa saúde, como é o caso dos ácidos graxos de cadeia média, que tem o poder de estimular nosso sistema imunológico.

    Além de ser um tipo de gordura super saudável, com certeza deixará seu café com um gostinho indescritível, positivamente, é claro.

    Colágeno em pó no café, é bom?

    Esse é ótimo! Como se sabe, o colágeno é excelente para a pele, imagine você tomando café e ainda deixando esse tecido com uma aparência ótima? Combinação perfeita!

    O colágeno deixa a pele mais hidratada e jovem. Tornando isso um hábito, logo você sentirá na pele os resultados, literalmente.

    Podemos utilizar cremes artificiais na cobertura?

    Pode? Pode! É de bom tom? Com certeza não.

    Os cremes artificiais são tão ruins quanto os açúcares e o adoçante, sem contar que eles possuem altos níveis de gordura trans, que é péssimo para a nossa saúde.

    Uma vez ou outra para matar a vontade, tudo bem, mas sempre, não. A boa notícia é que você acha versões mais saudáveis em lojas de produtos naturais. Aí sim você pode se esbaldar sem medo.

    Água filtrada, mineral ou da torneira?

    Sempre que for fazer um café, prefira água mineral ou filtrada, nunca da torneira, isso porque a água interfere diretamente no gosto do café.

    Como não temos controle da qualidade do líquido que sai da torneira, é sempre melhor optar por aquele que você sabe que foi tratado devidamente (evitando as vezes um gosto diferente na bebida).

    Sem contar o óbvio: o café é 99% água, então para ter uma bebida gostosa, você precisa usar uma água de qualidade.

    Conclusão

    Pode até parecer difícil de primeira, mas fazer desse ritual e hábito de consumir café todos os dias, em algo saudável não é tão difícil quanto parece. Na verdade, é mais uma questão de mudança na sua rotina.

    Na maioria das vezes uma mudança não é algo agradável, além de nos causar certa insegurança, mesmo porque grande parte das pessoas não se sentem confortáveis em saírem da sua zona de conforto.

    Mas com essas mudanças você verá resultados positivos na sua saúde muito em breve. Afinal de contas, não teremos 20 anos para sempre, infelizmente, então, é preciso se cuidar o mais cedo possível ( medicina preventiva! ).

    Temos certeza que em breve você ficará feliz degustando uma xícara de café com canela assim como ficava quando tomava com açúcar.

    Tudo é uma questão de costume e de dar um passo de cada vez!!

    Referências:

    https://www.homegrounds.co/healthy-coffee-hacks/

    https://www.healthfitnessrevolution.com/10-coffee-hacks-that-will-make-your-coffee-super-healthy/

    https://culturedcoffeeco.com/make-your-coffee-even-healthier/

    Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!
  • vermelho-amarelo-preço-características-mudas-de-gourmet-brasil-variedades-no
    Uncategorized

    O que é o Café Bourbon? Conhece suas Características?

    Dentre as inúmeras variedades de café que existem, uma das mais famosas e mais consumidas é a Arábica, especificamente as do tipo Bourbon.

    Apesar disso, essa variedade não é tão famosa no Brasil, mesmo sendo cultivada aqui há mais de 1.500 anos. Mas esse cenário está mudando e ele vem sendo consumida cada vez mais pelos brasileiros amantes de café.

    Isso se deve principalmente pelo fato do grão ser um produto com uma ótima doçura natural, além de ser suave e encorpado, ao mesmo tempo. Seu aroma é bem intenso e possui notas de chocolate.

    Mesmo começando a se tornar uma “estrela” por aqui, muitos não sabem, por exemplo, que ele é dividido em dois grupos: o bourbon amarelo e o vermelho. E obviamente que cada um possui suas próprias características e a escolha de cada espécie vai interferir diretamente no café a ser produzido.

    Mas de forma geral, é um grão com sabor doce e equilibrado, com corpo médio e suave e com aroma forte, bem parecido com o do caramelo.

    Qual a história do café bourbon?

    O grão bourbon é considerado como a melhor opção de produto quando o assunto é a produção de cafés gourmets.

    Sua origem advém de uma pequena e paradisíaca ilha localizada ao leste de Madagascar. O local que tem nome homônimo do grão e fica no oceano Índico, hoje é chamada de Ilha da Reunião e é considerada uma das regiões mais prósperas por lá.

    Acredita-se que os holandeses foram os responsáveis por levarem uma muda da planta para Madagascar. Assim como foram os primeiros a cultivarem o Bourbon.

    O grão teria sido produzido primeiramente nas estufas do Palácio de Versailles, e só depois levado para a Ilha, que na época era uma colônia francesa.

    E é bem provável que o rei Luís XIV tenha sido o responsável pela popularização do grão pelo mundo, pois ele chegou a ganhar uma muda fértil de bourbon no século XVI.

    Cem anos depois, em 1859, a planta chega ao Brasil, e por ordem do próprio governo por meio do agricultor Luiz Pereira Barreto.

    Na época, o Brasil já era um grande cultivador de café, mas o intuito com a chegada dessa espécie por aqui era variar o cultivo, assim como melhorar a capacidade e a qualidade da produção brasileira.

    Para chegar a um fórmula mais ideal e com o intuito de preservar todas as características do grão, este passou por várias modificações genéticas desde a sua chegada até 1930. O próprio Luiz fez uma visita a Bélgica com o intuito de comparar o seu cultivo com o do país estrangeiro e assim trazer melhorias.

    Foi só depois de todo esse processo que os grãos foram finalmente distribuídos para outros agricultores e assim aconteceu a disseminação do grão bourbon em terras brasileiras. Atualmente, essa espécie é produzida em larga escala por aqui, principalmente no Cerrado Mineiro.

    Como cuidar da lavoura?

    Já é bom avisar que este não é um café de fácil cultivo. Além de exigir muito mais atenção do que outras variedades, ele também cobra do produtor cuidado e conhecimento, pois é preciso pensar no solo, clima, altitude e método de secagem para que o grão cresça com todas as suas características únicas.

    Por exemplo, a altitude mínima recomendada para o plantio desse café é 800 metros acima do nível do mar.

    Outro ponto fundamental com a produção desse item é que a planta é muito propensa a pragas e doenças, como a ferrugem, uma mazela causada pelo fungo Hemileia vastatrix.

    Por conta disso, o custo do plantio acaba sendo mais cara do que outras variedades do mercado.

    Como cultivar?

    Espécie Vermelha?

    Para se cultivar a espécie vermelha, por exemplo, é preciso de um solo cheio de nutrientes e bastante água para as mudas.

    Espécie Amarela?

    Já da espécie amarela é menos complicado e só exige que o plantio seja feito em terrenos a 1200 metros do nível do mar.

    Como germinar com semente?

    Basicamente como de qualquer outro tipo de café. O primeiro passo é plantar a semente na terra, numa boa profundidade, cerca de 0,5 centímetros. Além disso, o grão precisa receber bastante água e calor durante esse período, é isso que fará com que a futura muda saia do seu estado de dormência.

    Por isso, certifique-se que o local do plantio recebe bastante sol e que a terra esteja bem úmida sempre. Esses cuidados devem ser feitos até que a planta brote.

    Como plantar?

    O espaçamento ideal para o plantio, principalmente para a espécie amarela, é de 3 a 3,8 metros entre uma linha e outra, e de 0,6 a 0,8 metros entre as mudas. É recomendado também uma planta por cova.

    Qual a diferença do café bourbon arábica e conilon?

    Podemos dizer que o Conilon é o primo pobre do café Arábica. Enquanto o segundo é usado na produção de cafés finos e gourmets, o primeiro é muito utilizado em blends e pela indústria das bebidas instantâneas. Este também é mais resistente a doenças e floresce mais vezes ao ano.

    Outra diferença está no sabor, enquanto o bourbon é mais doce, o Conilon é mais amargo.

    O número da produção também é bem distinto entre um e outro. A Arábica, só no Brasil, produz cerca de 36,9 milhões de sacas em escala nacional. Enquanto o Conilon chega a apenas 13,9 milhões de unidades. O primeiro é plantando principalmente no cerrado mineiro, já o segundo é mais comumente visto no Espírito Santo.

    Se diferem também na aparência e no tempo de maturação. A Arábica detém grãos mais ovais e amadurecem entre sete e nove meses. Já o outro tem o fruto mais arredondado e demora cerca de onze meses para chegar no ponto ideal de colheita.

    Sem esquecer, é claro, da origem de ambos os grãos. O bourbon é de Madagascar, já o conilon é originário do Congo e Guiné.

    E das duas espécies, sem dúvida nenhuma que a segunda é muito mais resistente que a primeira.

    O que é o café Bourbon vermelho?

    O bourbon vermelho foi a primeira variedade a chegar ao Brasil. Isso aconteceu pela fama que o grão tinha na época, principalmente por ser um produto de alta qualidade e que se adaptaria bem ao clima brasileiro.

    E se adaptou mesmo, pois pouco tempo depois se tornou destaque na cafeicultura brasileira.

    A planta leva esse nome devido a coloração que ganha quando está madura, com isso ocorrendo entre trinta e quarenta anos até ao ponto ideal de maturação.

    É uma muda que exige muito cuidado por parte do agricultor. A planta precisa ser cultivada em solo bem nutritivo e também necessita de bastante água.

    O que é o café bourbon amarelo?

    Na verdade, o amarelo é uma mutação natural do vermelho. Acredita-se que ele tenha sido encontrado pela primeira vez em São Paulo, em 1930.

    Por outro lado, alguns especialistas acreditam que a origem da subespécie na verdade aconteceu por meio do cruzamento entre o Bourbon vermelho e o Botucatu amarelo, outra variedade bem famosa no Brasil.

    É um café de alta produtividade, cerca de 40% a mais se comparado com o vermelho. A sua maturação ocorre de maneira rápida, entre vinte e trinta dias.

    Os arbustos, que possuem uma coloração de bronze e verde-claro, podem chegar a 2,6 metros de altura.

    Para ter um bom desempenho e frutos que extraiam o melhor de suas características, é recomendado que a planta seja cultivada em altas altitudes, cerca de 1200 metros.

    Qual a diferença entre bourbon vermelho e amarelo?

    Enquanto o vermelho é uma subespécie original, acredita-se que o amarelo é uma mutação do primeiro.

    O vermelho demora mais para chegar no seu ponto de maturação ideal, podendo levar até quarenta anos para isso acontecer, enquanto o amarelo leva apenas de vinte a trinta dias.

    Uma outra diferença é com relação ao cultivo, enquanto o vermelho exige um solo repleto de nutrientes e uma grande dose de água, o outro necessita de menos água mas requer uma altitude maior para ter frutos melhores.

    Por fim, o nível de produtividade do amarelo é muito maior que o do original, cerca de 40% a mais.

    Conclusão

    Conhecendo mais sobre os tipo de cafés, suas características, história e requisitos passamos a entender melhor como extrair de seus frutos um produto de maior qualidade.

    Com as variedades de bourbon vermelho e amarelo não é diferente, para quem vai começar uma plantação a quem toma uma boa xícara a informação certa pode ajudar a criar uma bebida incrível.

    Aproveite para experimentar as duas variedades, assim como seus blends e defina quais são os melhores para você.

    Referências:

    https://espressocoffeeguide.com/all-about-coffee-2/coffee-plants/bourbon-coffee-beans/

    https://bourboncoffeeusa.com/

    https://www.perfectbrew.com/blog/what-are-bourbon-coffee-beans/

    Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!
  • receitas-café-aromatizado-que-colocar-no-café-para-ficar-mais-gostoso-misturas-no-po-com-chocolate-ingredientes-que-combinam-com-frutas-sabores
    Curiosidades

    Quais são as 28 Maneiras Deliciosas para Saborizar o Café?

    Quais são os truques para deixar o café ainda mais saboroso?

    Para quem ama café, ele é bom de qualquer jeito, puro, com açúcar, com adoçante, com leite, enfim, mas, fala a verdade, quando ele vem com um complemento diferente fica ainda melhor, não é mesmo?

    Além de ficar ainda mais saboroso, é também uma forma de você variar um pouco e provar novas combinações.

    E falando em alternativas, se está sem ideia de como complementar aquela xícara de café pela manhã, abaixo separamos dicas que você precisa provar.

    1- Óleo de coco

    beneficios-refinado-ou-nao-brasil-no-baru-cabelo-hidrata-tem-oleo-tem-muita-gordura-saturada-para-clarear-manchas-na-pele

    Óleo de coco? Sim, ele vai muito bem com café. Aliás, esse ingrediente vem ano após ano ganhando seguidores.

    Para começar, o elemento é conhecido por trazer diversos benefícios à saúde, desde te ajudar a perder peso, até melhorar a função cerebral e deter propriedades antibacterianas.

    No café, ele traz uma textura incrível, deixando o líquido ainda mais cremoso e com leve sabor de coco. Para realçar esse gosto, adicione um pouco de leite de coco.

    2- Manteiga

    marcas-aviação-itambe-preço-ou-margarina-melhor-do-brasil-noisette-saudável

    Manteiga no café? Pois é, a combinação parece meio esquisita mas funciona, acredite.

    Quem trouxe esse casamento à tona foi o café bulletproof, uma bebida voltada para quem quer perder peso e está em dieta cetônica ou fazendo o famoso jejum intermitente.

    Mas é claro que você não vai usar qualquer manteiga, o ideal são aquelas sem sal ou a Ghee, que é feita com um tipo de gordura mais saudável do que as que encontramos no mercado. Ela leva leite de vaca ou de búfala.

    Uma dica de misturinha é adicionar a manteiga e um pouco de óleo de coco, que vai dar uma textura cremosa ao café. Aliás, essa combinação reduz o apetite e ainda evita que você fique com aquela sensação de cansaço quando a cafeína começa a ser eliminada do seu corpo.

    3- Sal

    preço-gastronomi-composição-marinho-light

    Essa dica até eu vou usar. Não gosta do amargo comum do café? Então é só adicionar uma pitada de sal no pó. Isso também ajuda a encobrir o gosto ruim caso você tenha passado a bebida com uma água de baixa qualidade.

    Aliás, sabia que em algumas regiões, coar o café com água salgada é uma tradição de muitos anos? Interessante, não é mesmo?

    4– Extrato de baunilha

    comprar-preço-fava-como-fazer-pasta-essencia-aroma

    Uma outra forma de deixar a sua xícara de café ainda mais gostosa é adicionando uma pitada de extrato de baunilha nela.

    Além de deixá-la mais saborosa, o extrato não tem calorias e nem açúcar, e por isso é uma excelente alternativa natural e não calórica de complementar seu café.

    Lembrando que extrato é diferente da essência de baunilha. O primeiro é totalmente natural, já o segundo é um produto artificial e, consequentemente, cheio de açúcar industrializado.

    5- Cacau em pó

    1kg-preço-70%-mãe-terra-atacado-nestle-receitas-com-granel-valor

    Chocolate no café tá liberado mesmo para quem está preocupado com o peso? Com certeza, contato que seja o cacau em pó. Este, além de não ter os elementos engordativos de uma barra de chocolate, ainda traz outros benefícios para o nosso corpo.

    Por exemplo, o cacau em pó é repleto de antioxidantes, e por conta disso ele tem a capacidade de reduzir a nossa pressão arterial. Aliás, esse elemento é muito mais presente aqui do que no vinho e até mesmo no chá verde.

    Você pode tentar fazer uma Barbajada, uma receita tradicional italiana.

    6– Leite vegetal

    preço-qual-o-melhor-o-que-e-comprar-a-tal-da-castanha-em-po-marcas-de-aveia

    Quem não gosta de um cafezinho com leite pela manhã? Se você adora, mas gostaria de uma opção mais saudável ou mesmo porque é intolerante à lactose, use o leite vegetal.

    Por conta dessa alta procura, hoje você tem opções de amêndoas, nozes, aveia, soja, castanha de caju, entre outros.

    Como cada um proporciona diferentes tipos não só de sabores, mas também de minerais e vitaminas, fica a seu critério escolher aquele que combina melhor com o seu objetivo. Mas independente da escolha, todos deixarão seu café ainda mais gostoso e igualmente saudável.

    7– Cardamomo

    como-usar-receitas-o-que-e-preço-café-com-em-po-cheiro

    Advinda do Oriente Médio e da Índia, essa especiaria meio picante na verdade é muito utilizada para complementar o café. Mesmo com esse sabor diferente, ela vai muito bem com o gosto adocicado e frutado da bebida.

    É igualmente uma fonte de antioxidantes e existem evidências de que ela tem o poder de diminuir inflamações, auxiliar o sistema digestivo e até ajudar a combater o câncer. Com certeza você vai querer incluir o cardamomo na sua rotina.

    8– Canela em pó

    calorias-cha-de-para-menstruação-in-english-emagrece-receita-abortiva-preço

    De todas as combinações que citamos até aqui, essa é, sem dúvida, a mais comum e famosa. Eu mesmo tomo muito café com canela.

    Advinda da casca de uma árvore tropical, a canela combina muito bem não só com o café puro, mas também para polvilhar aquela xícara deliciosa de cappuccino – além de ser integrante na receita brasileira dessa bebida – ou integrar o Latte de abóbora.

    Mas não é só de sabor que ela é boa não, a canela, como se sabe, tem o poder de controlar os níveis de açúcar no sangue, além de melhorar os índices do colesterol ruim.

    9- Pimenta caiena

    e-forte-beneficios-agua-com-limão-cayenne-contraindicações-pepper-spice

    Mais uma vez uma combinação um tanto quanto diferente, mas o cheiro que a pimenta caiena vai dar o seu café com certeza vai te surpreender. Mesmo não sendo um hábito muito comum por aqui, os moradores do Oriente Médio e da América Central usam muito esse elemento como complemento para a bebida.

    O café e a pimenta normalmente são acompanhados com leite, chocolate ou açúcar. Assim como todas as espécies de pimenta, a caiena também é fonte de antioxidante, o que ajuda a melhorar o seu metabolismo e ainda regula a circulação do sangue.

    A dica suprema é experimentar um café gelado com pimenta ou ainda uma mocha mexicana.

    10- Gengibre

    com-limão-para-que-serve-beneficios-receitas-como-consumir-emagrece-agua-com-quantos-quilos
    Quem faz dieta com certeza já é amigo de longa data do gengibre, mas aposto que você não sabia que ele podia acompanhar o seu café matinal.

    Essa planta é medicinal e existem estudos que comprovam que ela tem a capacidade de curar um simples resfriado ou até um câncer. É um antioxidante, anti náusea e antiinflamatório.

    Apesar de ser uma variedade para você, o elemento é um dos ingredientes de uma bebida tradicional do Iêmen, chamado de Qishr. Só cuidado com a dose, porque o gengibre é bem picante.

    11- Óleo vegetal de Avelã

    na-culinaria-comestivel-natura-para-estrias-beneficios-para-pele-oleo-essencial-puro-de-avela

    No mercado existem opções de cafés aromatizados com avelã, mas se você prefere uma versão mais orgânica e saudável, você mesmo pode comprar um pouco de óleo desse item e colocar na sua bebida.

    Além de deixar o café ainda mais gostoso, o óleo de avelã traz uma boa dose de gorduras saudáveis para o seu organismo. Uma outra opção é comprar o produto no seu formato original e moê-lo junto com os grãos de café. Vai ficar uma delícia!

    12- Óleo essencial de Hortelã

    como-fazer-essencial-para-que-serve-peppermint-essencial-oleo-hortela

    Mais um complemento para você provar: café com óleo de hortelã-pimenta. Apesar da combinação diferente, essa planta possui diversas propriedades medicinais, ajudando também a combater dores de cabeça, auxilia na digestão e também quem sofre de distúrbio intestinal, doença de SII.

    Uma forma de deixar esse casamento menos estranho para o seu paladar é adicionando pedaços de chocolate à bebida. Ah, e não deixe de provar o mocha de hortelã.

    13- Stevia

    faz-mal-em-po-comprar-adoçante-ou-xilitol

    A stevia é um tipo de adoçante artificial. Se tornou famosa no mundo das dietas por ser uma alternativa mais saudável aos adoçantes já presentes no mercado, isso porque ela não tem nenhum elemento calórico.

    Então, ao invés de usar o famoso açúcar, tente substituir pela stevia.

    14– Noz moscada

    para-que-serve-beneficios-como-usar-cha-preço
    De sabor intenso, quente e doce, a noz-moscada também é um excelente complemento para o seu café diário. Você pode usar o item para polvilhar o café com leite, principalmente se ele for feito com espuma no topo.

    Além do sabor, a noz conta com elementos que ajudam a memória, relaxa os músculos, auxilia na digestão e ainda traz benéficos para o coração. É também uma fonte antibacteriana.

    15– Nibs de cacau

    como-fazer-receitas-calorias-organico-preço-tabela-nutricional-callebaut-cacao

    Não conhece o nibs de cacau? Nada mais são que grãos de cacau torrados e cortados em pequenos pedaços. Seu sabor, como é de se imaginar, é de chocolate, só que menos doce, além disso, ele traz notas de nozes e um gosto frutado, inclusive muito parecido com o próprio grão de café.

    Muito mais que proporcionar aquele gostinho de chocolate para a sua bebida, o nibs conta com substâncias nutritivas, como ferro, fibra, magnésio e uma dose de antioxidantes. A maneira perfeita de começar o seu dia.

    16– Chocolate derretido

    para-sorvete-como-engrossar-com-água-cremosa-como-fazer
    Essa, sem dúvida, é a minha combinação preferida: café com chocolate derretido. Você pode até fazer uma versão com chocolate ao leite, mas para quem quer uma versão mais saudável, prefira o meio amargo.

    Este, além de ser menos calórico, ajuda a regular a sua pressão arterial.

    17– Lavanda

    para-que-serve-banho-lavanda-diferença-significado-espiritual-cha-seiva
    Se você não sabia dessa combinação, ela faz muito sentido, principalmente se você gosta de tomar café à noite para relaxar, já que a lavanda é conhecida por ser uma planta com elementos calmantes.

    Mas além dessa característica, ela também traz para a bebida um gosto doce e floral, com notas de tons terrosos e herbais.

    A combinação perfeita é: café – preferencialmente descafeinado – com leite e a lavanda para fechar.

    18– Água de rosas

    culinaria-para-que-serve-como-fazer-agua-beneficios-da-comprar-como-usar-leite-como-fazer-agua-de-laranjeira

    Para quem gosta de um gosto doce e floral no café, tem que experimentar essa bebida com água de rosas. Como o próprio nome dá a entender, é um produto feito com água e pétalas de rosas.

    Esse ingrediente é muito popular nos chás e cafés do Oriente Médio, junto com açafrão e cardamomo.

    A água de rosas possui flavonóides e taninos, que servem para diminuir inflamações, auxilia na digestão e ainda ajuda quem sofre de ansiedade.

    19- Anis estrelado

    anis-estrelado-para-que-serve—o-que-e-na-umbanda-cha-emagrece-comprar-propriedades-magicas
    Muito utilizada na culinária chinesa, o anis estrelado vai trazer a sua bebida um sabor doce e bem parecido com o do alcaçuz.

    Junto com uma bebida mais saborosa você ainda ganha um ferramenta para combater leveduras, bactérias e fungos. O anis também é frequentemente usado para curar gripes.

    20– Cravo da índia

    receita-mastigar-wikipedia-contra-indicações-beneficios-cha-de-e-canela

    Se você gosta de um sabor picante e doce ao mesmo tempo, então experimente um café com cravo da Índia. Só tome cuidado, pois ambos são amargos, então não exagere na dose.

    No quesito saúde, ele é um antibactericida, anti inflamatório e ajuda a acabar até com dor de dente.

    21– Chantilly caseiro

    com-creme-de-leite-no-liquidificador-receita-bem-firme-com-leite-condensado-caixinha

    Café com chantilly é ótimo, mas igualmente calórico e gorduroso. A boa notícia é que você pode fazer sua versão mais saudável em casa mudando os ingredientes. Pode ser a sua oportunidade para experimentar o leite vegetal, por exemplo.

    22– Blend com bebida alcoólica

    cerveja-faz-mal-o-que-o-alcool-faz-no-organismo-em-gel-parar-de-beber-todo-dia
    Café e álcool combinam? Claro que sim! Apesar de não ser a opção mais saudável de todas, é uma combinação perfeita, principalmente para os dias frios.

    Experimente colocar uma dose de licor doce, como Amareto, por exemplo. Outra alternativa é fazer um café irlandês, que tem a base de uísque.

    23– Sorvete

    receita-simples-leite-condensado-chocolate-ninho-caseiro-gelatina-cremoso
    Sorvete com café é para quem gosta de levar a bebida também para as sobremesas. Experimente fazer um affogato italiano, que nada mais é que uma bola de sorvete com cobertura de espresso.

    E quanto ao sabor do sorvete, fica ao seu critério. Uma ótima oportunidade para você experimentar várias combinações.

    24– Mel

    comprar-puro-beneficios-carboidrato-abelha
    O mel é um ótimo substituto para o açúcar. É igualmente doce e, melhor ainda, muito mais saudável. É um elemento com antioxidantes, minerais e vitaminas. Pode ser seu parceiro se você estiver com aquela dorzinha chata de garganta.

    25– Xarope de ágave

    diabetes-preço-azul-faz-mal-diabetico-pode-consumir-para-que-serve-como-fazer-jasmine
    Assim como a stevia, o xarope de ágave é um adoçante natural retirado de uma planta de nome homônimo.

    Como ele se dissolve bem fácil, é uma ótima opção para você adoçar a sua bebida gelada. Mas tome cuidado, apesar de ser saudável, ele tem altos níveis de frutose – açúcar -, então não é bom abusar.

    26– Leite condensado

    atacado-caixa-de-receitas-com-light-nestle-preço-lata-ml
    Essa com certeza não é uma versão nada saudável, mas é deliciosa. Adoçar café com leite condensado é muito comum no sudeste asiatico e na América Latina. Ele também acompanha o café vietnamita.

    Só fique atento à dose, além de ser super calórico, o leite condensado é bem doce.

    27– Calda de caramelo

    para-sorvete-com-creme-de-leite-que-não-endurece-café-pudim-açúcar-com-leite-vinagre
    Isso mesmo, aquela calda de caramelo que fazemos em casa para colocar no pudim, e você pode usar tanto no café quente, quanto no gelado.

    28– Leite em pó

    ninho-itambe-como-fazer-desnatado-integral-preparar-tabela-nutricional
    Quer uma bebida mais doce e encorpada? Então experimente adicionar leite em pó ao seu café. Além da bebida ficar mais marcante, é bem prático já que esse tipo de leite você não precisa levar ao fogo para esquentar.

    Conclusão

    Agora que você conehce todas essas opções delíciosas para saborizar a sua bebida, mãos a obra! Experimente as que mais gostar primeiro mas não deixe de provar as outras, você pode se surpreender!

    Referências:

    https://www.homegrounds.co/how-to-flavor-coffee/

    https://www.roastycoffee.com/extra-flavor/

    https://www.cheatsheet.com/life/5-diy-ways-to-flavor-your-coffee-at-home-for-less.html/

    Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!
  • receita-original-fit-em-pó-simples-gelado-cremoso-cappuccino-com-café-normal
    Receitas e Dicas

    Como Preparar em Casa 4 Receitas Deliciosas de Cappuccino Caseiro?

    Podemos dizer com toda a certeza de que o cappuccino passou a ser uma das bebidas mais deliciosas e apreciadas no mundo. Ele é para aquelas pessoas que curtem um bom afago no peito em conjunto com o quentinho no estômago.

    Parece declamação mas não é, a realidade é justamente essa, ele é capaz de provocar tais sensações e prazeres. É uma perfeita combinação entre o café espresso, leite integral e vaporizado.

    Ganhou o coração das pessoas em todo o mundo e passou a ser integrado no cardápio de restaurantes, cafés e muitos outros lugares.

    Além disso, ele está presente em diversos concursos baristas, os quais afirmam que a sua espuma é literalmente uma arte que vai além do que simplesmente uma mistura.

    Você sabe o que é? Já teve a oportunidade de experimentar um cappuccino?

    Como surgiu o cappuccino tradicional e o cremoso?

    Em meados do século XVI, essa bebida surgiu em Viena na região da Áustria. Muito provavelmente você deve ter ouvido rumores de que o seu surgimento foi na Itália.

    No ano de 1683, houve uma grande guerra no território Europeu. Nesse período, o Império Otomano tentava conquistar muitos territórios.

    Os italianos, no entanto, começam sua participação nessa guerra para defender a Áustria e ajudá-la na liberação de Viena.

    O italiano e monge Marco D’Aviano, participou dessa guerra e era originário da ordem Capuchinha.

    Ele levou para Viena várias sacas do café que seriam utilizados como parte de defesa e no final grande parte delas foram consumidas.

    Ele sugeriu então ao povo vienenses que realizassem a mistura do café com leite e com mel. Rapidamente a bebida fez sucesso e o nome cappuccino foi devido a origem do criador.

    Em italiano, cappuccino, quer dizer capuz. Acrescentou-se então o diminutivo e deu origem a capuzinho, ou seja, em italiano cappuccino.

    Essa mistura do café com leite e o mel predominou até o período da Revolução Industrial.

    A partir daí, quando surgiram as máquinas do café, variações da bebida se tornaram incontáveis, e inclusive a substituição do mel pelo açúcar.

    Em complemento, existem opções encapsuladas que permitem a facilidade de as pessoas prepararem em casa suas próprias receitas com espresso ou não.

    Como é feito o cappuccino na versão italiana tradicional?

    Considera-se então que a Itália é a dona da versão original do cappuccino, e que atualmente ela é oferecida, especialmente pelos baristas profissionais.

    Eles o preparam com 3 doses exatamente iguais do café expresso com leite integral e o leite vaporizado.

    Além desse tradicional, há outras 4 variações da bebida que são muito consumidas em inúmeros lugares na Itália.

    1 – Cappuccino chiaro ou claro

    O chiaro, leva mais quantidade do leite em relação ao expresso. O seu gosto, entretanto, é mais suavizado pois não há o amargor de café, como na sua versão intensa.

    2 – Scuro ou escuro

    Esse já possui menor quantidade do leite vaporizado e o sabor consequentemente é mais intenso.

    3 – Café Latte

    Nesse, é incluído 1 dose do café expresso, 2 doses do leite integral e 1 dose do leite vaporizado. A bebida fica bem mais suave e claro se comparado com o chiaro.

    4 – Macchiato ou maquiado

    Na dose de café espresso é acrescentado uma pequena mancha do leite quente e o leite vaporizado em seguida. Essa versão é ainda mais intensa do que o scuro.

    E o cappuccino brasileiro, como é feito?

    É notório como o brasileiro adora criar e testar novas receitas. No Brasil, todavia, o cappuccino ganhou várias adaptações de acordo com o gosto de cada região local.

    Nas versões tropicais brasileiras, essa bebida ganhou ingredientes como:

    • Chocolate em pó;
    • Chocolate em barra derretido;
    • Chocolate na versão branco;
    • Canela;
    • Doce de leite;
    • Chantily;
    • Gengibre;
    • Nutella.

    Tudo isso tende a mudar de região para região. Os estabelecimentos inclusive procuram preparar de acordo com o gosto dos clientes locais.

    Quais são as principais diferenças da bebida no Brasil e na Itália?

    Além dos ingredientes serem um tanto quanto diferentes para fabricação da bebida, a grande diferença está diretamente ligada à cultura e hábito de ambos os lugares.

    Na Itália, por exemplo, a sociedade é bem tradicional e não altera de maneira alguma a receita. O consumo dessa bebida é feito durante o período da manhã.

    Se você é um turista, certamente será muito difícil encontrar lugares lá que ofereçam o cappuccino após o almoço ou até mesmo no café ou reuniões à tarde.

    Em contrapartida, o Brasil é o país em que as pessoas gostaram tanto dessa bebida que, a qualquer hora do dia estão dispostos a degustá-la.

    Seja para uma reunião formal ou entre amigos, de manhã, à tarde e até mesmo à noite, todos os dias da semana.

    Agora que já conhece a história dessa preciosidade e as diferenças entre culturas, selecionamos abaixo algumas receitas para você fazer e apreciar.

    Veja nossa resenha com as 4 melhores receitas de cappuccino!

    Ficou com água na boca? Veja abaixo essas maravilhas que você consegue preparar em sua casa sem a necessidade de ter uma máquina de café.

    Aproveite!

    1. Com Nutella

    Para uma versão cremosa e incrementada com a Nutella, você precisará dos ingredientes a seguir:

    • 100 ml com leite integral;
    • 50 ml com café tipo expresso ou se preferir 100 ml do coado (forte);
    • 100 ml com leite devidamente vaporizado;
    • 2 unidades de colheres do tipo chá com chocolate em pó;
    • 3 colheres do tipo chá com Nutella;
    • Adoçar conforme necessário.

    Depois de preparar o café de sua escolha, separe a xicara de sua preferência, pegue a nutella com auxílio de uma colher e passe pelas paredes e bordas.

    Para preparar a sua bebida, coloque o seu café escolhido na sua xícara, acrescente o leite integral bem quente, juntamente como o chocolate e, por cima coloque o leite vaporizado.

    Mas como vaporizar o leite sem máquina?

    Você pode utilizar um Mixer, ou então escolha um recipiente com tampa, esquente bem o leite no microondas, tampe e sacuda bem até que se forme muita espuma.

    Posteriormente se desejar pode colocar mais um pouco da nutella por cima.

    Veja que ela derreterá aos poucos devido ao calor da bebida.

    Mexe suavemente para que os ingredientes se integrem.

    2. Feito com panna

    Com panna, é uma versão bem mais cremosa. Os ingredientes necessários para preparar são:

    • 100 ml com leite do tipo integral;
    • 50 ml com café tipo expresso ou 100 ml do tipo coado (forte);
    • 100 ml com leite devidamente vaporizado;
    • 2 unidades de colheres do tipo chá com chocolate em pó;
    • Creme do leite bem fresco;
    • Adoçar conforme necessário.

    Prepare seguindo os mesmos procedimentos do tradicional com chocolate, porém, primeiramente deixe pronta a sua panna.

    Afinal o que é panna? Trata-se do creme de leite batido e fresco. Ele é mais cremoso, bem consistente e muito saboroso.

    Depois da panna pronta, monte então a sua bebida e por cima adicione a sua panna e o leite vaporizado. Mexa suavemente para integrar.

    É uma versão muito cremosa, saborosa e que você não pode deixar de provar.

    3. Com chocolate em pó

    Essa é a versão brasileira mais tradicional.

    Os ingredientes são:

    • 100 ml com leite do tipo integral;
    • 50 ml com café tipo expresso ou 100 ml do tipo coado (forte);
    • 100 ml com leite devidamente vaporizado;
    • 2 unidades de colheres do tipo chá com chocolate pó;
    • Adoçar conforme necessário.

    Depois de preparar o seu café seja ele expresso ou coado, adicione a ele o leite misturado com o chocolate em pó bem quente.

    Vale lembrar que, usa-se o cacau em pó e não o achocolatado (ou aquele chocolate puro, como o dos padres, por exemplo).

    Se não tiver máquina, vaporize o leite com o mixer ou no microondas igualmente sugerido na receita com Nutella.

    Na xícara escolhida coloque o café, o leite com chocolate, e o leite vaporizado. Misture levemente até integração total dos elementos e sirva.

    4. Misturado com doce de leite

    Para a receita com o doce de leite, você precisará de:

    • 100 ml com leite integral;
    • 50 ml com café tipo expresso ou 100 ml do tipo coado (forte);
    • 100 ml com leite devidamente vaporizado;
    • 2 unidades de colheres do tipo chá com chocolate em pó;
    • 50 ml com creme de leite;
    • Doce de leite;
    • Adoçar conforme necessário.

    Para essa versão, é possível seguir os mesmos passos da preparação com panna ou do tradicional com chocolate. O que irá diferenciar é a maneira de inserir os ingredientes finais.

    Misture bem os 50 ml do creme de leite juntamente com o doce até que os dois se incorporem perfeitamente.

    Prepare o seu cappuccino normalmente e por cima adicione essa mistura, depois na última camada coloque o leite devidamente vaporizado.

    É importante sempre lembrar de misturar delicadamente para que os ingredientes se misturem sem perder a sua cremosidade.

    Se ainda quiser dar uma cara de gourmet, com ajuda de um garfo faça riscos com o doce de leite nas bordas da xícara.

    Se você ainda não teve a oportunidade de degustar um bom cappuccino, essa é a hora. Escolha a sua receita preferida e faça em casa para você e sua família.

    Temos a certeza de que qualquer uma dessas receitas deixarão o seu dia mais quentinho e mais feliz!

    Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!