melhores-marcas-gourmet-cafés-do-mundo-melitta-brasil-minas-gerais-orfeu-caboclo-e-bom-qualidade

Qual o Melhor Café de Supermercado?

No celular gire a tela para ver a tabela completa

PosiçãoMarca de CaféPreçoOnde Comprar
1PilãoR$ 11,00Ver
2MelittaR$12,00Ver
3Três Corações extra-forteR$8,00Ver
4QualitáR$14,00Ver
5BrasileiroR$9,00Ver
6Pimpinela GoldenR$ 13,00Ver
7Três Corações TradicionalR$8,00Ver
8MaratáR$ 7,00Ver
9MokaR$8,00Ver
10CabocloR$8,50Ver

Qual o melhor pó de café para comprar no mercado?

Quando falamos em comprar mantimentos para a nossa casa, por mais que a internet esteja cada vez mais ganhando adeptos, o mercado ainda é a opção número um para os brasileiros. E isso vale para o nosso pó de café sagrado de todo dia.

E já que gostamos tanto de adquirir esse item no mercado, por que não então fazer uma lista com os melhores cafés que são vendidos por lá?

É uma ótima ideia, certo?!

Abaixo, separamos as melhores opções para você, quando for fazer aquela sua compra do mês. Lembrando que, mesmo com 10 itens, a lista fica um pouco mais restrita pela variedade não ser tão grande assim neste local – claro que também vai depender do lugar que você costuma frequentar.

Sem mais delongas, vamos aos melhores grãos de café disponíveis em supermercados.

1 – Café Pilão

A partir de: R$11,00

É impossível falar de grão de café vendido em supermercado sem citar o Pilão. Ele é uma das marcas mais populares no Brasil.

É famoso, bom e barato, para quem quer consumir um grão de qualidade. Vendido a vácuo e em almofada, ele detém um torra especial que garante a sua pureza.

Sua acidez é mais acentuada, e sua finalização é longa.

É conhecido por ter um sabor marcante bem característico. Além de tudo, tem um preço que cabe tranquilamente no bolso.

Prós:

  • Produto tradicional e de qualidade;
  • Valor acessível;
  • Pureza acima da média.

Contra:

  • O sabor marcante pode desagradar alguns consumidores.

2 – Café Melitta

Seu valor é de: R$12,00

O pó da Melitta não só é um dos melhores vendidos nos supermercados, como também é um dos cafés mais consumidos no Brasil.

Atuando há muitos anos no mercado de café, ele é vendido pela empresa há anos, sendo um item tradicional, torrado e moído. É comercializado em uma embalagem a vácuo para garantir o sabor e as características por mais tempo.

Prós:

  • Valor acessível;
  • Produto tradicional e de qualidade;
  • Embalagem propícia para manter o aroma do café.

Contra:

  • Intensidade um pouco forte, pode desagradar quem não gosta de café muito encorpado.

3 – Três Corações extra-forte

Com preços a partir de: R$8,00

A Três Corações é outra marca do território brasileiro muito consumida nos mercados. Essa opção, como dá a entender, é voltada para os amantes de café forte.

Vendido também à vácuo, em uma embalagem de 500 gramas, esse café é feito com grão 100% arábica.

Prós:

  • Item de qualidade;
  • Preço bem acessível;
  • Feito com grão 100% Arábica.

Contra>

  • Não indicado para quem não gosta de café muito forte.

4 – Café Qualitá

A partir de: R$14,00

O café Qualitá também está no top de cafés mais vendidos nos mercados. De preço acessível, a marca pertence ao Pão de Açúcar. Por conta disso, no começo, o produto só era vendido nas lojas da empresa.

Hoje, porém, ele é comercializado em todo Brasil, sendo super fácil de ser achado.

Este grão tem um sabor suave e equilibrado, perfeito para se tornar o seu café do dia a dia.

Prós:

  • Suave e equilibrado;
  • Produto de qualidade.

Contra:

  • Um pouco mais caro que os outros citados até aqui.

5 – Café brasileiro

A partir de: R$9,00
Esse é aquele café que você encontra em qualquer mercado, seja uma rede grande até aquele de esquina, no final da sua rua.

O café brasileiro é feito com vários tipos de grãos e de origens diferentes. Ele é vendido em embalagens de 250 e 500 gramas, nas opções tradicional e extra-forte.

Como um bom café do dia a dia, ele vai bem puro ou com leite.

Prós:

  • Preço acessível;
  • Mais de uma opção disponível.

Contra:

  • Quem prefere café mais puro – sem mistura ou blend – pode não gostar tanto do Brasileiro.

6 – Pimpinela Golden

Com valores em torno de: R$13,00

O Pimpinela Golden é um café encorpado, com uma doçura e acidez bem acentuada. Leva na sua composição grãos produzidos no Sul de Minas Gerais, Espírito Santo e do Cerrado.

Apesar de levar outros blends, o Arábica é o que mais aparece.

Um grão perfeito para o dia a dia, inundando sua cozinha com aquele cheirinho de café fresco pela manhã.

Você o encontra em embalagens a vácuo, o que ajuda na preservação das suas características.

Prós:

  • Custo acessível;
  • Arábica predominante.

Contra:

  • Talvez esteja disponível em mercados maiores.

7 – Três Corações Tradicional

Com preços a partir de: R$8,00

Falamos do Três Corações extra-forte, mas o tradicional também faz parte desse ranking.

Este detém um excelente aroma, com um sabor mais suave. Seu pó contém baixíssimo nível de impurezas.

Prós:

  • Preço acessível;
  • Café com sabor mais suave.

Contra:

  • Certo nível de impureza.

8 – Maratá

Seu valor inicial é de: R$7,00.

Já o descafeinado e Premium são um pouco mais caros, mas não muito.

O café Maratá conta com opções para todos os gostos, desde o tradicional e extra-forte, até uma linha superior com grão descafeinado e Premium.

O premium, por exemplo, tem um sabor mais intenso e sofisticado.

Prós:

  • Várias opções;
  • Preço acessível.

Contra:

  • Mais fácil de achar em mercados grandes.

9 – Moka

A partir de: R$8,00.

O Moka pode não ser tão comum assim nos mercados, mas supre isso oferecendo blends incríveis e para lá de inusitados.

A marca vende um pó de café chamado Moranguete, que nada mais é que um grão com gosto de chocolate e morango. Imagina a delícia!

Esse blend em questão custa mais caro do que os tradicionais, cerca de R$38 reais o saco de 250 gramas.

Prós:

  • Produto de qualidade;
  • Várias opções de blends e sabores.

Contra:

  • Blends diferenciados, porem mais caros.

10 – Caboclo

Seu valor é de R$8,50.

Por fim, encerramos nossa lista com o Caboclo Café. Super comum nos mercados, a sua torra do tipo tradicional é ideal para quem gosta de uma bebida mais equilibrada.

É um grão nem forte e nem amargo demais e que ainda mantém sabor e aroma.

Prós:

  • Preço acessível;
  • Embalagem a vácuo e almofada.

Contra:

  • Só possui opções Tradicional e Extra-forte.

Como escolher um bom café?

Observe se ele leva o selo da ABIC (Associação Brasileira das Indústrias de Café), esse item garante que você está comprando um grão de qualidade, desde o tipo de grão usado para sua produção, até a higiene da produção do produto.

Quais são os tipos de torra encontradas?

A torra mais comum no mercado é a forte, que é aquele café de tom escuro.

Existem algumas opções de média, mas estas normalmente são de grãos especiais ou gourmet.

Infelizmente é mais fácil achar a torra média ou clara na internet, mas existem alguns mercados que podem ter alguns poucos itens desse tipo.

Quais são as variedades da gramatura da moagem?

A moagem que você mais vai achar no mercado é a do tipo fina. Esta é usada para esconder defeitos nos grãos ou impurezas presentes no café.

Além disso, essa moagem é a mais indicada para coadores comuns, como de pano ou filtro de papel.

Quais são os tipos de embalagem?

Os mais comuns são os sacos plásticos. O que muda é o tipo de armazenamento, que pode ser tanto em formato almofada – solto – quanto a vácuo. Se puder, prefira os a vácuo, esse processo tem a capacidade de preservar melhor as características do café até chegar a sua casa.

É necessário ter o selo ABIC?

Bom, se você quiser tomar um café livre de qualquer impureza, sim. Esse selo garante que o grão passou por diversos testes e foi aprovado em todos eles, o que quer dizer que você está adquirindo um produto puro.

Como identificar o sabor e sua influência na escolha?

Olhando a embalagem do produto. Lá, você achará todas as informações, como, por exemplo, se é um café tradicional ou extra-forte. Lembrando que isso interfere diretamente no sabor.

Lendo o rótulo, você também encontrará informações adicionais e com isso fazer a sua própria lista de quais mais gosta.

O café pode estar exposto em qualquer local?

Claro que não, principalmente o moído, que se deteriora com muita facilidade quando entra em contato com umidade, calor, ar e o tempo em si. Por isso, a melhor forma de você guardar seu café é em um pote com fechamento hermético.

Se possível, conserve a embalagem original do produto, isso também ajuda no armazenamento.

Como verificar a natureza dos grãos na embalagem?

Nas famosas letrinhas pequenas. É lá que você terá diversas informações, como a origem do café que você está comprando.

Onde Comprar Cafés com Bom Preço?

Normalmente, na internet os valores são mais em conta. Mas não custa nada você fazer uma pesquisa antes, mesmo que prefira ir até o mercado para fazer a compra.

Outra dica é você fazer essa compra durante a semana, assim você consegue pegar alguma promoção oferecida pelo mercado.

Conclusão

Apesar dos mais apaixonados por café torcerem um pouco o nariz para aqueles que são comercializados no mercado, não podemos negar que pelo custo, você encontra sim bons cafés.

Claro que eles não são tão bem trabalhados e cheios de características que um gourmet, mas para o dia a dia eles desempenham muito bem a sua função.

Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!