menu-receita-preço-segredo-menu-melhor-garrafa-caramelo-calorias-sabores
Receitas e Dicas

Frappuccino Starbucks: O que é, Sabores e História!

Depois de mais de 40 anos de existência, dá para dizer que o que não falta no cardápio da Starbucks são opções.

Mas mesmo com tantas alternativas para agradar os mais variados gostos, o Frappuccino ainda é o queridinho e marca registrada da companhia.

E aqui vamos conhecer melhor a história por trás dessa bebida tão adorada.

O que é Frappuccino Starbucks?

A principal característica do Frappuccino é que ele é uma bebida gelada e sua base pode ser feita com café ou creme, por exemplo.

Além de gelo, Chantilly e outros ingredientes escolhidos pelo cliente, como chocolate, caramelo, morango, doce de leite e muitas outras opções.

Mas no começo o preparo era bem mais simples: Cappuccino congelado criado em uma máquina de raspadinha. Acredita?!

História

Na verdade, a história do Frappuccino começa antes mesmo da marca ser dona desse nome.

O grande responsável por essa descoberta foi George Howell, o então dono da cafeteria The Coffee Connection, que ficava em Cambridge, Massachusetts.

Na época, George fez um tour pelas cafeterias de Seattle junto com um guia local. Esse passeio o levou até a Torrefazione Itália, que anos mais tarde foi vendida para a Starbucks.

Foi lá que ele experimentou, pela primeira vez, uma bebida simples, mas gostosa: um cappuccino congelado preparado em uma máquina de raspadinha. Assim que provou a iguaria, Howell sabia que o drink seria um tremendo sucesso.

O guia, então, o deixou a par de como era feita essa maravilha recém descoberta: leite, café forte e açúcar, simples assim. Com os ingredientes na cabeça, George volta para casa e com a ajuda do seu então sócio, Andrew Frank, eles melhoram a bebida descoberta em Seattle – local de origem da Starbucks, coincidentemente.

Em 1992, a cafeteria de Howell começa a distribuir cupons com o intuito de chamar o público para provar a nova bebida da The Coffee Connection.

Apenas uma ano depois e com um sucesso estrondoso, o Frappuccino começa a ser vendido em outros estados, como Nova Jersey, Nova York e Connecticut.

Em 1989, a Starbucks aproveitou o sucesso do Frappuccino para testar uma versão da bebida em uma loja da marca que ficava em Los Angeles.

A bebida, que era originalmente preparada em uma máquina de raspadinha, era feita, agora, em um liquidificador. O que, aliás, contribuiu e muito para o sucesso do drink.

Esse aparelho mais potente não só otimizava a confecção de drink, como também possibilitava a cafeteria testar novos sabores.

Dois anos depois, em 1994, a Starbucks compra a The Coffee Connection, de George. Com isso, a empresa passou a ter total direito ao nome Frappuccino.

O que foi uma jogada de marketing e tanto, já que na época o nome já era bem conhecido e a Starbucks se aproveitou disso, é claro.

O sucesso foi tanto que em 1995 cerca de 11% das vendas da Starbucks eram do Frappuccino. Em 1996, a companhia decide inovar no formato e lança a bebida em garrafa. E mesmo sendo um pouco diferente da original, ainda sim foi eleita o “Melhor Produto Novo do Ano”, nos Estados Unidos.

Uma curiosidade: o nome Frappuccino é uma mistura das palavras Cappuccino e frappé.

O impacto do Frappuccino para a Starbucks

Coincidentemente ou não, mesmo não sendo uma criação da Starbucks, a bebida virou o carro chefe da companhia, a ponto do drink representar US$ 2.5 milhões em vendas anuais da cafeteria.

E isso com certeza tem a ver com o fato da empresa ter ampliado as opções de sabores, agradando os mais variados consumidores.

Quais os sabores de Frappuccino no Brasil e no Exterior?

Atualmente, a empresa conta com diversos sabores desta bebida, mas nem todos estão disponíveis no Brasil ou já fizeram parte do cardápio brasileiro, mas hoje não fazem mais.

Mas nada que a internet não resolva, ensinando essas receitas para você fazer em casa.

Os sabores do Frappuccino Starbucks são:

Sabores no Cardápio do Brasil Atual:

Sabores com Base de Creme: Bebida Batida com Gelo e Leite

Os sabores são:

  • Chocolate ou Chocolate Branco;
  • Super Morango;
  • Brigadeiro;
  • Doce de Leite;
  • Baunilha.

Aliás, o sabor brigadeiro é uma versão exclusiva do Brasil. A bebida, que tem gosto desse doce, é servida em um copo com muita calda de brigadeiro, granulado e chantilly.

Sabores com Base de Café: Bebida Batida com Gelo, Leite e Café

  • Café;
  • Caramelo;
  • Brigadeiro;
  • Mocha ou Mocha Branco;
  • Doce de Leite;
  • Choco Chip.

Quais são os Frappuccinos mais diferentes?

Como dito, a lista de opções de Frappuccino da Starbucks é bem longa, mas nem todos os sabores estão disponíveis aqui ou em outras lojas, mesmo que dos Estados Unidos.

É o caso, por exemplo, do Frappuccino com Banana, Manga ou Feijão Vermelho (Azuki), disponível apenas na Starbucks das Filipinas. O de banana também é vendido na Suíça.

Já o de chá verde de amora é encontrado na Áustria e nas Filipinas.

Ainda tem os sazonais, como o Frappuccino da Bruxa do Halloween e o Tie Dye Peace & Love Frappuccino.

As novidades não param. Neste ano a Starbucks ainda lançou 5 novas versões de Frappuccino para comemorar os 15 anos da empresa no Brasil e são eles:

  • Pão de mel branco;
  • Bom bom;
  • Tropical;
  • Brigadeiro Napolitano;
  • Super Brigadeiro.

O lançamento faz parte das ações em comemoração a chegada da companhia ao Brasil. Cada uma das novas opções será lançada com exclusividade em regiões brasileiras diferentes e em lojas selecionadas.

Conclusão

É engraçado pensar que mesmo sendo a única companhia legalizada a usar o nome Frappuccino, esta não é uma criação original da companhia. Mas, pela importância que a bebida tem hoje para a empresa e seus clientes, dá para perceber que isso de nada afetou no quesito sucesso.

Referência:

https://www.eatthis.com/best-starbucks-frappuccino/

Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!