efeito-blooming-aroma-cheiro-sabor
Curiosidades

Efeito Blooming no Café Coado: Como Ocorre? Isso é Bom ou Ruim?

Isso até quem não gosta de café vai concordar: o cheiro que sobe quando você está preparando a bebida é maravilhoso, não é?

Impossível resistir a esse aroma, você gostando ou não da bebida. Arriscamos dizer que a degustação começa aí, pelos cheiros que sentimos ainda no momento do preparo.

E devemos agradecer essa chuva de aromas ao efeito blooming, que vamos explicar o que é logo a seguir. Mas já adiantamos que é sim algo bom. Aliás, excelente!

O que é o blooming?

Simplificando, o efeito blooming é justamente isso, o cheiro que o café solta no momento do preparo.

Na verdade, o blooming ocorre quando a água entra em contato com o grão, soltando uma quantidade de gases que estão presos no café.

Qual é a sua origem?

Isso acontece por conta da torra do café. Quando os grãos passam por esse processo, o calor prende o dióxido de carbono no elemento.

Porém, esses gases são bem voláteis e a partir do momento que a torra termina, o grão já começa a liberar gradativamente essa substância. Esse processo é chamado de desgaseificação.

Mas, infelizmente, não é em todo o café que isso vai acontecer. Para você poder presenciar o blooming é preciso utilizar apenas grãos. Quando você compra café já moído, esses já se soltaram do item dentro da própria embalagem.

Agora, em grão, mesmo os gases se soltando já depois da torra, o processo é mais lento, então você consegue aproveitar melhor essa característica neste formato. Mas outros fatores interferem no blooming.

O que faz o blooming não acontecer?

Além do próprio formato do café, existem outros fatores que interferem nesse efeito. São eles:

Temperatura

Para preservar ao máximo os gases você precisa guardar os grãos em um local fresco, longe de luz artificial ou natural e de fontes de calor.

Quando o café fica em um lugar quente isso faz a substância se desprender do café ainda mais rápido.

Umidade

A umidade também é importante para garantir o blooming. Aqui a tarefa é ainda mais difícil, porque você precisa achar um lugar para guardar o café que não seja muito seco e nem muito úmido.

Um local seco acelera a liberação dos gases, já um lugar umido pode incentivar o aparecimento de fungos, o que vai estragar o café.

Tipo de torra

O tipo de torra influencia na desgaseificação. A melhor opção são os cafés com torra escura, como o Italiano, por exemplo. Comparando a outros tipos de torrefação, este é o que menos perde gás.

Dureza do grão

Sim, a dureza do grão também interfere nisso. Então quanto mais duro for o café, mais difícil será o gás passar por ele e se perder.

Origem

A origem do produto também é importante, principalmente porque alguns passam por mais desgaseificação que outros.

Conclusão

Se você precisava de mais um motivo para começar a tomar café fresco e moído na hora, você já tem.

Referências:

https://www.roastycoffee.com/coffee-bloom/

https://www.seriouseats.com/the-hows-and-whys-of-blooming-coffee

Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!