preço-melhor-é saudável-como fazer-cremoso-diferença para o normal-cremoso-marcas de
Curiosidades

Café Solúvel: O que É, Diferença Entre seus Tipos e Como é Feito

Conheça tudo sobre os ingredientes, componentes, etapas e processos para fazer e tomar o seu café

O café é uma especialidade que é muito próspera em solo brasileiro, tendo fãs e adeptos extremamente fiéis ao hábito de seu consumo no mundo todo e algumas pessoas até idolatram a sua existência.

Desde sua aparição na história, esta bebida evoluiu de forma a se adaptar a realidade das pessoas em geral, inclusive no trato medicinal graças ao avanço das tecnologias.

Há quem prefira uma única xícara ao dia, como também há quem não viva e não exerça suas tarefas com bastante cafeína presente ao longo do mesmo. E uma das versões encontradas disponíveis em mercado é o café solúvel.

Por isso, preparamos esse conteúdo para que você possa ficar por dentro de todos os detalhes que envolvem esta bebida tão famosa e faça a sua melhor escolha! Acompanhe!

O que é realmente?

O café solúvel é uma maneira prática e muito saborosa de se consumir a bebida. A preferência por este tipo de bebida é igualitária ao café coado mundialmente só que possui algumas vantagens em seu consumo.

Isso porque é possível encontrar em seus fabricantes algumas versões que oferecem os grãos do tipo 100% Arábica, fato esse que contribui expressivamente para a preservação do aroma, do sabor e do frescor do café natural.

Além disso, devido a praticidade que é o ponto principal desta variação, a acessibilidade a bebida se tornou ainda maior, fato esse que contribui para a sua expansão no mercado e interesse das marcas em trabalhar com esta variação a fim de proporcionar cada vez mais, um jeito melhor de fazer café aos consumidores em geral.

A promessa é facilitar o ato tão valorizado de se tomar o “cafezinho” no dia a dia, contribuindo assim para a rotina movimentada da maioria das pessoas atualmente.

Como ele se tornou instantâneo e por quê?

Apesar do café instantâneo já ter sido evidenciado pela primeira vez através do cientista japonês Satori Kato em 1901 em Chicago, sua notoriedade e fama só aconteceu em 1930 pela Nestlé no governo Vargas.

Neste período de crise mundial, a produção de café no Brasil que estava ocorrendo a todo vapor, acabou se tornando muito superior ao consumo nacional e internacional, devido aos reflexos da crise.

Nesse momento, a economia nacional sofreu um grande golpe devido a falta de consumo, fato que fez o governo adotar medidas drásticas, como queimar toneladas de café ao ar livre. Isso porque a produção de café nesta época era uma das principais fontes de renda ao país e sua exportação também sofreu com os impactos da crise mundial.

A partir daí, através de uma ideia do governo a fim de conter a crise e realizar o aproveitamento da grande quantidade de matéria prima disponibilizada e sobrando em nosso território, a Nestlé, marca já existente naquela época, recebeu uma grande missão: a tentativa de transformar nosso café em uma versão instantânea assim como já havia sido feito com sucesso ao transformar o leite em pó. A ideia foi reproduzida visando aumentar a validade dos cafés e evitar desperdícios.

A ideia foi extremamente bem-vista pelos diretores da marca que investiram seus conhecimentos existentes a fim de procurar uma maneira eficaz de realizar essa transformação e alavancar o lucro da empresa.

Quais são os maiores produtores e exportadores na atualidade?

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel (ABICS), o Brasil corresponde como maior produtor e exportador de café solúvel mundial atualmente, fato favorecido pela cultura cafeeira do país, adaptabilidade do solo aos grãos e clima favorável ao cultivo e desenvolvimento do café.

Segundo uma pesquisa divulgada pela Organização Internacional do Café – OIC no período de Outubro de 2019 a Junho 2020 o país exportou cerca de 2,94 milhões de sacas de 60 kg.

No mesmo período aparecem também os demais países como:

  • Índia, com a produção e exportação em 1,36 milhão de sacas;
  • Indonésia apontando resultados de 1,23 milhão de sacas;
  • Vietnã com números de 1,09 milhão de sacas;
  • México com cerca 670 mil de sacas;
  • Colômbia que registrou 630 mil de sacas.

Esses 6 países contribuem com cerca de 91,7% de responsabilidade pela produção e exportação de café mundial sendo pilares extremamente importantes para a economia.

Como o café solúvel é feito?

Basicamente, os processos da fabricação do café solúvel seguem as demais etapas dos outros tipos de produção da bebida que compõe as fases de seleção, torra e moagem dos grãos. A diferença acontece após o processo de moagem, pois a partir daí o café que tem destino a se tornar solúvel passa por um processo de hidratação e desidratação controladas e automatizadas, sem nenhum tipo de contato humano nestas etapas.

Na fase de hidratação, ocorre o processo de extração dos compostos do café, a fim de que sejam preservadas as características originais da bebida, que são refletidas no aroma e sabor. Em seguida, é realizado o processo de desidratação ou secagem do café instantâneo, o que resulta no formato final que temos hoje em dia, quer seja em pó ou em grânulos.

Atualmente, existem algumas maneiras específicas na desidratação do café, as quais originam alguns tipos de café solúveis encontrados no mercado.

Quais são os 3 tipos que existem e como são?

Como já mencionado, as diferenças no processo de desidratação ou secagem do café geram algumas classificações que são comercializadas atualmente, entre elas: o café solúvel Aglomerado, Liofilizado/Freeze Dried e Spray Dried. Confira então, algumas características importantes acerca dos processos existentes:

  • Spray Dried:

Neste procedimento, o café é levado a altas temperaturas, como também a uma alta exposição de pressão através de equipamentos específicos para o processo. Em seguida, os grãos são pulverizados e expostos ao ar quente resultando apenas no pó solúvel, o qual utilizamos para a comercialização.

  • Aglomerado:

Após passar pelo mesmo processo do Spray Dried, o pó resultante sofre um processo de aglomeração através do vapor em um equipamento destinado a este procedimento, com pressão e velocidades controladas para atingir o objetivo. O pó resultante desse processo possui características de aroma e sabor mais atenuados, sendo o diferencial deste tipo de comercialização.

  • Liofilizado ou Freeze Dried:

Considerada uma técnica recente, neste procedimento o extrato de café é congelado a -40°c e só após é moído, seco e passa direto do estado sólido para o gasoso, processo que é conhecido como sublimação. Este passo a passo visa preservar ao máximo aspectos sensoriais do café trazendo ao consumidor final um sabor mais apurado possível da bebida natural. Não é a toa que essa forma de produção é a preferida dos consumidores de café solúvel atualmente.

Qual a diferença entre ele e os normais/tradicional?

Os grãos do café sofrem os mesmos processos básicos de moagem e torragem, independentemente de sua classificação. A diferença acontece no momento do preparo final para o consumidor. Enquanto o café tradicional precisa ser coado, o café instantâneo basta ser dissolvido em água e a mágica acontece: lá está ele pronto para ser apreciado!

O café coado é melhor que o em pó instantâneo?

Em requisitos de resultado final, ambos tipos de café possuem a sua qualidade. Isso porque como o café instantâneo tende a perder um pouco de suas características devido a sua forma de preparo, muitas marcas investem em melhorar a qualidade dos grãos sendo em muitos casos, encontradas marcas de café solúvel com grãos do tipo 100% arábica.

Essa preferência pelos grãos de maior qualidade de forma estratégica, como já dita anteriormente tende a tornar a bebida solúvel extremamente saborosa, sendo vista como uma competidora equilibrada do café coado que por sua vez, possui em sua composição o blend entre café do tipo robusta e o café arábica.

Composição e pureza:

No café solúvel, devido a sua forma de produção, tende a ocorrer a maior concentração das características originais do café, sendo extremamente semelhante ao café puro. Essa preservação das características sensoriais originais são um diferencial que faz com que o café solúvel tenha seu reconhecimento no mercado atual.

Facilidade para preparar:

A bebida instantânea tende a ser mais prática devido a sua forma de preparo, pois basta misturar água quente em uma xícara com o pó e facilmente temos a bebida ideal.

Isso evita o consumo de filtros de papel, sendo ecologicamente recomendado além de se tornar um ideal aliado a pessoas que tendem a ter uma vida corrida, moram sozinhas, precisam cuidar de muitas coisas ao mesmo tempo e ainda assim, consideram-se verdadeiras adeptas a uma boa xícara de café (ou mais!) no seu dia a dia.

Existe diferença no aroma e no gosto?

O café moído ou em grãos tendem a ter uma composição maior de blends, resultando em um sabor mais encorpado, adocicado e menos ácido. Já os cafés solúveis devido a sua forma de fabricação, com exposições a cenários de variação de temperatura, pressão e vapor, perdem um pouco mais o aroma e sabor do que os demais tipos de café.

Essa pequena diferença é compensada na escolha dos grãos tipo Arábica, como já mencionadas ao longo desta matéria. Isso faz que, em quesitos de comparação final, ambos tipos de cafés tenham um sabor e qualidade semelhantes.

Vale o seu custo-benefício?

Sim, no mercado o café solúvel é mais barato do que os demais tipos de cafés encontrados. Existem algumas exceções que encarecem o produto, que são compostas por marcas que oferecem uma versão especial/gourmet do café. Nesse caso, realmente o café solúvel apresenta-se de forma mais cara do que o comum.

Outro ponto que influencia bastante no custo-benefício do produto é a exclusão da necessidade de aquisição de outros materiais/itens para preparo do café. Com o café instantâneo não há a necessidade de cafeteiras, coadores, nem máquinas expressas, independente do porte. Basta apenas água, uma xícara e próprio pó. Essa diferença compensa bastante no bolso do consumidor e é um ponto a favor da bebida.

O quanto é durável e pode-se conservar?

O solúvel em suma, possui uma duração maior do que os demais tipos de café. Isso ocorre porque seu armazenamento apenas dispõe da necessidade de manter a embalagem em um lugar limpo, seco e arejado. Mantidas essas condições, o café solúvel consegue estender sua durabilidade até a validade prescrita em embalagem.

Nos demais casos, como o café moído, é recomendável manter o pó na geladeira, e ainda assim por pouco tempo, a fim de conservar a vida útil e potência de sabor do mesmo por mais tempo. Contudo ao longo dos dias, se não for utilizado, o café perde suas características originais.

Tem menos ou mais cafeína?

Quanto ao quesito de concentração de cafeína, o café moído possui uma maior concentração do que o café solúvel.

Parte desta responsabilidade advém do processo de produção do café do solúvel, que acaba extraindo em maior quantidade a concentração de cafeína existentes do produto final.

Conclusão:

Para finalizar, que tal relembrar algumas curiosidades que passamos a você através desta leitura?

  • Café solúvel e café instantâneo é praticamente a mesma coisa;
  • O café moído possui um sabor mais intenso do que o solúvel;
  • O solúvel é mais prático para preparo, além de ser ecologicamente aconselhado;
  • O café moído possui maior concentração de cafeína do que o solúvel;
  • O café preparado através do método da aglomeração, apresenta-se em forma de grânulos e os demais, em forma de pó. Contudo, isso em nada difere a sua solubilidade;
  • Tanto a versão moída quanto o solúvel possuem baixas calorias;
  • Enquanto o moído gera resíduos após o processo de coação, o instantâneo não apresenta resíduos;
  • A conservação e durabilidade do café solúvel são maiores.

Independente do meio escolhido, o tipo de café e o tipo de preparo, é certo que esta tradicional bebida merece ser apreciada. Esperamos que todo este conteúdo possa ter ampliado seus conhecimentos a cerca desta variação e possa ser útil a guiar sua escolha.

Referências:

https://www.mashed.com/213334/the-untold-truth-of-instant-coffee/

https://elevencoffees.com/how-is-instant-coffee-made/

https://stir-tea-coffee.com/features/new-instants-technological-advances-soluble-coffee-an/

https://www.nestleprofessional.co.uk/news/insights/how-coffee-is-made

https://ineedcoffee.com/the-history-of-instant-coffee/

https://victorallen.com/blogs/coffee-101/difference-between-ground-coffee-and-instant-coffee

Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!