cafe-fervido-vira-veneno-da-dor-de-barriga-oxida-em-quanto-tempo-tomar-cafe-frio-como-requentar-oxidação-do-dia-seguinte-posso-tomar-do-dia-anterior
Curiosidades

Verdade, Mito ou Mentira que o Café Requentado Faz Mal?

Fala a verdade, não tem coisa melhor do que uma xícara de café quentinho e fresco, não é mesmo? Não apenas pela manhã, mas em qualquer hora do dia!

Apesar do sabor incomparável, aqueles preguiçosos, como eu, recorrem, vez ou outra, a aquele café do dia anterior. Quem nunca fez isso, que atire a primeira pedra.

Tem até quem faça um pouco a mais para não precisar preparar todo o dia. Apesar de muito mais fácil, tomar café requentado faz mal à saúde. Pois é, infelizmente uma notícia ruim para os preguiçosos de plantão.

Abaixo, falaremos por que isso não é uma boa opção.

A Oxidação do café requentado e seus malefícios

Antes de reaquecer seu café, há algumas coisas que você deve saber sobre o grão especial que cafeina sua vida. O sabor de cada grão de café é determinado em grande parte pela forma como ele é torrado, pois os produtos químicos dentro dele reagem ao calor.

Enquanto a maioria do sabor é fixada no lugar quando seu café pessoal é preparado, o reaquecimento irá reiniciar a reação e resultar em uma mudança de sabor. Para alguns, é quase imperceptível. Para outros, nem vale a pena beber mais. Você terá que fazer essa escolha por si mesmo.

Você também notará que o cheiro celestial do café quase desaparece depois que ele é inicialmente preparado. Você pode não perceber isto, mas o que provamos é fortemente influenciado pelo que cheiramos. A perda de aroma também afetará a maneira como seu café tem gosto e apela para você pela segunda vez.

Mas, indo direto no assunto, reaquecer o café faz com que você perca diversas características importantes, como o aroma e sabor, por exemplo. Esse processo deixa a bebida com um gosto ruim, como por exemplo, de queimado.

Porém, ainda mais preocupante do que a perda dos itens que fazem do café uma ótima bebida, reaquecer o líquido acelera a sua oxidação, e é aí que mora o perigo.

Ao ser novamente aquecido, o café pode atacar o estômago, além de causar azia, tontura, enjôo e dores de cabeça.

Ou seja, além de perder o gosto maravilhoso, você ainda pode passar mal por ingerir uma bebida feita no dia anterior. E tenho a certeza que você não vai gostar dessa notícia, mas o ideal é que a bebida seja consumida, no máximo, 20 minutos após ser feita!

E não adianta nada colocar na garrafa térmica. Mesmo dentro de uma e muito bem conservado, o café oxida completamente uma hora após seu preparo.

É, time dos preguiçosos, não tem jeito. Se você quer consumir algo de qualidade e que não te faça passar mal, o jeito é largar a preguiça de lado e fazer café fresquinho todos os dias.

De que jeito acontece essa oxidação?

O café verde (não torrado) contém ácidos clorogênicos, e o processo de torrefação decompõe esses ácidos em ácido quínico (cujo sabor você pode associar ao quinino em água tônica) e ácido cafeico. Enquanto o ácido clorogênico tem um sabor amargo, o ácido quínico e o ácido cafeico têm ambos um sabor ainda mais pronunciado de amargo e adstringente.

Todo café tem um pouco de amargor, mas no café que acabou de ser coado, há também muita doçura e acidez que equilibram o amargor e criam um café complexo e de sabor delicioso.

Quando você reaquece seu café, você encoraja mais a produção desse ácido quínico e cafeico, dando assim ao seu café “um sabor ainda mais amargo, adstringente e desagradável”.

Apesar de teoricamente a oxidação do café começar após ele entrar em contato com a água, esse processo ocorre, de fato, logo após moagem do grão. É por isso que muitos amantes dessa bebida preferem moer o item apenas no momento do preparo.

A oxidação acontece ainda mais rápido quando este entra em contato com uma temperatura 10 graus acima do clima ambiente, que costuma ficar em torno de 25 graus.

A temperatura em que você bebe seu café também afeta o sabor, pois dita o quão lento ou rápido os sabores dos grãos são extraídos.

O café que está muito quente pode se tornar amargo, enquanto um café que esfriou muito ou que é feito com água que não está suficientemente quente, terá um sabor plano, menos encorpado.

A maioria das cafeterias servirá seu café entre 85 – 82°C, embora o degustador médio de café espere até esfriar a 65°C, mais temperado.

Assim que preparado, ou seja, que ele é misturado com a água quente, essa oxidação se inicia 20 minutos depois.

E de nada ajuda colocá-lo na garrafa térmica, como já falamos anteriormente. Na verdade, é até pior, pois dentro desse objeto o líquido chega aos 50 graus, o que acelera a oxidação duas vezes mais.

É por esse motivo que especialistas no assunto recomendam moer/preparar apenas a quantidade que você vai consumir naquele momento. E este deve ser ingerido o mais rápido possível.

Além desse processo que ocorre naturalmente, o açúcar também é um inimigo do café. Ele ajuda a acelerar a oxidação e ainda tira todas as características de uma bebida feita na hora.

Por isso, se for armazená-lo por um tempo, é melhor fazer isso sem adoçar antes. Deixa para adicionar o adoçante na hora que for tomar.

Há muitas opiniões conflitantes sobre a destruição da cafeína pelo reaquecimento do café. Como regra geral, o calor prejudica a nutrição, então é lógico que reaquecer seu café ou torná-lo extra quente, afetará os níveis de cafeína.

Posso guardar em geladeira?

Existem algumas teorias que dizem que guardar o pó de café na geladeira – congelador – ajuda a preservar as características da bebida, por conta das baixas temperaturas.

Apesar disso, não existe algo que confirme essa teoria, além de causar controvérsias em quem entende do assunto.

Verdade ou não, de fato não tem problema armazenar o item no congelador, mas para isso você precisa seguir algumas dicas:

  • O recipiente do café precisa ser escuro;
  • Escolha um pote com boa vedação;
  • O pote deve ser retirado da geladeira o mínimo possível;
  • A temperatura da geladeira precisa ser constante.

A parte da vedação é importante porque o café pode absorver a umidade e odores de outros alimentos com cheiro mais forte. Por isso o pote deve ficar sempre muito bem fechado.

Você não vai querer tomar café com gosto de cebola, não é mesmo?

Então não é bom armazenar nem na garrafa térmica?

Sim e não! Você pode guardar seu café numa garrafa térmica – sem açúcar, obviamente -, mas não por muito tempo.

Ela pode ser usada se, de repente, você está trabalhando e não quer ficar levantando toda hora pra pegar café. Mas, como dito, ele deve ser consumido o mais rápido possível, mesmo que tenha sido colocado na garrafa logo após o preparo.

Um café feito na hora tem mais benefícios, quais são?

Apesar da preguiça, um café passado na hora traz diversos benefícios. Antes de mais nada, não existe coisa melhor do que ingerir algo fresco, seja cafeína, ou comida, por exemplo.

Então, ao optar por uma xícara de café passado na hora, todos os dias, você poderá aproveitar de todas as características do grão que você escolheu.

Além disso, esse café fresco com certeza vai te dar muito mais energia, te deixará alerta e vai melhorar a sua concentração para enfrentar um longo dia de trabalho.

Ele também melhora o humor, alivia dores de cabeça, previne algumas doenças – por conter compostos fenólicos na sua composição -, como Parkinson, Alzheimer, diabetes do tipo 2, problemas renais e cardiovasculares, e até câncer.

Além de favorecer a perda de peso, já que é um termogênico.

O café pode trazer diversos benefícios para nosso corpo e nossa saúde, mas para isso ele deve ser conservado e preparado corretamente.

O jeito então é deixar a preguiça de lado e tentar acordar um pouco mais cedo para passar uma xícara de café fresquinha. Pense pelo lado positivo, além de trazer diversos benefícios, preparar essa bebida é bem rápido.

Você tem sempre a opção de comprar uma cafeteira para deixar o preparo ainda mais rápido. Opções é que não faltam no mercado, para todos os gostos, tamanhos e bolsos.

Seja como for, já sabe, nada de café requentado guardado na garrafa térmica por dias a fio.

Referências:

https://fullcoffeeroast.com/is-reheating-coffee-bad-for-you/

https://www.huffpost.com/entry/why-reheated-coffee-tastes-bad_l_5ea05587c5b6a486d08279fe

https://www.thelist.com/220331/the-real-reason-you-shouldnt-reheat-coffee-in-the-microwave/

Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!