preço-por-kg-starbucks-amazon-wikipedia-como-fazer
Curiosidades

Black Ivory Coffee é Bom Mesmo? Confira Nossa Resenha | Review

Tenho certeza que você, como um bom amante de café, adora experimentar novos grãos, certo? Aliás, essa é uma das melhores coisas de se gostar dessa bebida: a enorme variedade que o mercado oferece.

É, literalmente, um Hobbie que agrada todos os gostos e bolsos. E falando em bolso, você já ouviu falar sobre o Black Ivory Coffee, um dos grãos de cafés mais raros do mundo?

O que é Black Ivory Coffee?

O café Black Ivory é um grão proveniente da Tailândia, mais precisamente a 700 quilômetros ao norte de Bangkok, na província de Surin.

E o que faz dele um café especial?

Bom, para começar, o grão passa por um processo parecido com o do Kopi Luwak, mas no lugar da Civeta, quem come as cerejas de café são os elefantes, moradores de um santuário que fica na região.

Os animais são alimentados com grãos de café, de forma natural, eles não são forçados a ingerir o alimento, e estes passam cerca de 24 horas dentro do organismo do bicho.

Em seguida, eles defecam o grão inteiro, que são recolhidos e processados para serem vendidos.

Por conta desse processo, os grãos ganham um sabor único, com notas de chocolate, flores, cardamomo, tabaco e um toque de fruta doce. Além disso, ele não é amargo, nem forte, e muito menos fica com aquele famoso gosto de queimado comum do café.

Qual é a missão deste Café?

Como comentamos, os elefantes que produzem o Black Ivory são animais sob proteção a extinção ou que foram resgatados de maus tratos e moram em uma reserva chamada Golden Triangle Asian Elephant Foundation.

Como esses lugares vivem de doações, a produção do café é voltada principalmente para arrecadar capital para a fundação, com o intuito de continuar esse trabalho de proteger esses elefantes e também para ajudar as famílias de Mahout, que são os responsáveis pela colheita do café.

Basicamente, a ideia é ter dinheiro para continuar esses trabalhos sem ter que colocar os animais como atração para turistas.

Como é o processo de produção deste café?

O grão já faz parte da alimentação dos elefantes, então eles comem quando querem. Após ingerir as cerejas, elas são digeridas por cerca de 15 a 30 horas no sistema digestivo do animal junto com outras coisas que ele come, como cana-de-açúcar e bananas.

Dentro do sistema digestivo, acontece um tipo de fermentação, onde proteínas do grão são quebradas e ocorre uma infusão dos sabores de frutas no café enquanto acontece uma liberação de açúcar natural, ao mesmo tempo que se elimina o ácido comum desse alimento.

Por conta dessa fermentação lenta, o grão ainda ganha um sabor característico de chocolate.

Em seguida, os grãos são eliminados inteiros nas fezes do animal e recolhidos pelos Mahouts, que precisam procurar pelas montanhas de coco. Estes são limpos e apenas os melhores e maiores são escolhidos.

Em seguida, eles são colocados para secar no sol e, por fim, são torrados.

Além de todo o processo ser demorado e ser feito a mão, tanto na colheita quanto na hora de escolher cada um dos grãos que serão vendidos, um dos fatores que fazem ele ter um valor elevado é pelo número produzido, que é bem baixo.

Para que a fundação possa fabricar um quilo do Black Ivory, é preciso alimentar os elefantes com 33 quilos de cerejas de café. Sem esquecer que todo o processo é natural, os animais não são forçados a comer nada, então isso com certeza pode e vai interferir na produção do produto.

Sem contar que em alguns casos, os grãos são perdidos, como quando o elefante defeca na água, por exemplo. É tudo isso que faz o item ser tão caro.

Em 2012, por exemplo, a produção foi de 50 quilos, mas Blake Dinkin, o criador do Black Ivory tem a meta de aumentar esse número para 300 quilos dentro dos próximos anos. Buscando acolher mais elefantes e cuidando de outros resgatados.

Quais são os tipos deste café?

Se você tiver uma grana sobrando e quiser experimentar o Black Ivory Coffee, existem algumas opções disponíveis.

Tem cafeteira Nespresso?

Ótimo, porque a companhia vende cápsulas compatíveis com essa máquina. Você tem tanto a opção do café Ivory puro quanto uma mistura de café comum com o Black Ivory.

Você também pode provar o café envelhecido em barril com conhaque. Um pacote com 35 gramas custa em torno de R$622 reais, fora as taxas que você eventualmente pode pagar.

Onde comprar?

No próprio site da empresa. Além dos cafés, a marca também vende copos especiais, que ajudam na degustação tanto no olfato, ajudando na otimização do aroma, quanto no paladar e na temperatura da bebida.

E falando nisso, além de comprar o café em si, o método tradicional é onde você poderá sentir todos os traços únicos dessa bebida. Fazendo a extração em um sifão francês de 1840, que também é vendido no portal.

Por fim, você também tem a chance de comprar um sabonete feito com Black Ivory. Este é produzido com os grãos que não passaram na rigorosa inspeção, ou seja, aqueles quebrados ou com um formato irregular.

Além do café, a barra leva mel silvestre, óleo de coco, jacarandá e essência de bergamota. Essa junção tem propriedades anti-inflamatórias, que ajudam a combater a celulite e os sinais de envelhecimento. É, ainda, um ótimo esfoliante e estimula a circulação sanguínea. A barra deste sabonete custa em torno de R$150 reais.

Lembramos que a única forma de conseguir o Black Ivory é diretamente pelo site da companhia. Então cuidado com fraudes ou enganações.

A maior parte da produção é vendida para hotéis 5 estrelas, com uma pequena parte separada para ser vendida no portal. Sendo assim, fique atento na hora que for fazer a compra para não cair em um golpe.

Conclusão

Parece até um absurdo pagar assim tão cara por um café, mas se pensarmos em suas características e do porque ele foi criado, com certeza vale a pena, mesmo que doa um pouco no seu bolso. Seu sabor é realmente bem diferente dos outros.

Referências:

https://coffeeordie.com/black-ivory-coffee/

https://wnfdiary.com/black-ivory-coffee-is-it-worth-all-that-money/

https://thechicicon.com/2021/09/10/black-ivory-the-most-expensive-coffee-on-the-planet/

Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!