coador-café-pano-individual-inox-103-grande-permanente-tramontina-pour-over-hario

Quais os 8 Melhores Coadores de Café do Mercado?

No celular gire a tela para ver a tabela completa

PosiçãoCoador de CaféPreçoOnde Comprar
1Lavável/reutilizável JUSTDOLIFER$88,00Ver
2Pour Over de Inox Reutilizável e Com MicromalhaR$65,90Ver
3Hario V60 de CerâmicaR$249,00Ver
4Hario CFOD quatro xícarasR$187,47Ver
5103 MorR$11,90Ver
6Wave KALITAR$423,00Ver
7BialettiR$197,00Ver
8Reutilizável EcológicoR$49,90Ver

O café é indiscutivelmente uma bebida muito admirada entre inúmeras pessoas. Quem ama, entende que está além de aroma e sabor, ele faz parte da vida social e do relacionamento diário entre todos.

Para sentir o prazer de degustar essa bebida, não é essencial ter uma máquina de café, apenas com o famoso coador, é possível garantir uma bebida saborosa, de qualidade, na quantia desejada e muito especial.

As pessoas que realmente amam tomar café, com certeza adora apreciá-lo bem quentinho e preparado na hora. O café coado é o modo de preparo mais popular em todo o mundo e o preferido entre todos os apreciadores da bebida.

Existem vários tipos de coadores para passar um bom café. Você conhece as diferenças entre cada modelo?

1 – Filtro Lavável/reutilizável JUSTDOLIFE

coador-café-pano

Esse modelo é feito de pano e reutilizável. Esse é a preferência entre as avós. Muitas pessoas apreciadoras do café, afirmam que essa é a melhor forma de se passar o pó.

Esse da JustDoLife é um dos mais recomendados. Ele permite a passagem dos óleos e dos nutrientes existentes no café e que sejam apreciados em sua totalidade na xícara.

Esse exemplar inclusive, é ergonômico e perfeito para quem deseja coar o café diretamente na sua xícara ou na jarra.

Prós:

  • Modelo totalmente ergonômico;
  • Preço atrativo;
  • Preservação dos óleos e dos nutrientes na xícara;
  • Uso facilitado tanto na xícara quanto na jarra.

Contra:

  • Precisa realizar a lavagem manualmente após utilizado.

Valor médio de R$88,00.

2 – Pour Over de Inox Reutilizável e Com Micromalha

coador-cafeteira-pano-para-shopee

Esse é de material inox e conta com micromalha, ou seja, dispensa a utilização de filtros descartáveis.

Para garantir um café de maior qualidade, deve-se optar por comprar o pó de moagem média/fina ou média.

Isso porque, se comprar o pó de supermercado, devido a granulação muito fina, pode passar um pouco para a sua xícara.

O suporte dele é muito inteligente, e permite o uso diretamente na jarra, garrafa ou xícara.

Prós:

  • Possui micromalha lavável e reutilizável;
  • Não demanda a utilização de filtros de papel;
  • Por ser inox, não quebra com muita facilidade;
  • Preço não muito alto em comparação a outros modelos com malhas reutilizáveis.

Contras:

  • Preço alto quando se compara com os modelos em plástico;
  • Há usuários que reclamam da micromalha. Eles afirmam que ela solta do coador depois de alguns usos;
  • Não há especificação se pode ser higienizado na lava-louças.

A média de preço deste produto fica em torno R$65,90.

3 – Hario V60 de Cerâmica

coador-vidro-porcelana-suporte-para-v60-02

Da Hario, esse é o padrão tradicional e mais popular.

Ele é feito de cerâmica e um dos modelos mais usados pelos baristas e também pelos apreciadores do café em todo o mundo.

Ele possui um formato bem cônico em “V”. Além disso, conta com um ângulo de 60 graus e comporta 600 ml de líquido.

Ele ainda possui em sua parte interna, espirais que ajudam na expansão do pó. E a sua base conta com uma grande abertura.

Prós:

  • É a preferência entre os baristas;
  • Design sofisticado com espirais que permite expansão maior do pó;
  • A abertura grande em sua base ajuda a controlar de maneira mais adequada todo o fluxo.

Contras:

  • Preço muito elevado;
  • Material de cerâmica, o que exige um manuseio cauteloso para evitar quebrar.

O seu valor é de aproximados R$249,00.

4 – Hario CFOD quatro xícaras

filtro-hario-4-xicaras

Esse modelo da Hario possui uma capacidade de coar café para até quatro xícaras. O seu filtro de malha lavável e reutilizável é o grande destaque, isso porque não demanda a utilização de filtros descartáveis.

Além disso, ele conta com uma colher de medidas para acertar sempre nas proporções.

Prós:

  • Tecnologia e design Hario;
  • Filtro/malha de inox reutilizável;
  • Não necessita de filtro descartável;
  • Pode ser higienizado em lava-louças;
  • Possui colher para medida.

Contra:

  • Preço bem alto quando comparado a outros coadores.

O custo de um exemplar destes é de R$187,47.

5 – 103 Mor

suporte-para-porta-coador-por-porcelana-melitta-funil-inox

O 103 Mor é feito em plástico, mais barato e mais popular. Isso o torna um dos mais vendidos no mercado.

Ele possui um acabamento sem rebarbas e se encaixa perfeitamente nas garrafas térmicas da marca e de outras com o bocal fino.

Prós:

  • Exemplo com preço mais baixo;
  • Recorde de vendas;
  • Excelente avaliação entre os usuários;
  • Capacidade do filtro grande descartável 103.

Contras:

  • Modelo mais simples, básico, mais barato, e não possui nenhum diferencial;
  • Seu encaixe é para garrafas que possui um bocal fino, no entanto, é preciso ficar atento ao modelo da sua garrafa.

Seu valor fica na casa dos R$11,90.

6 – Wave KALITA

185-coador-porta-comprar-inox-155-chemex

O Wave é feito em aço inoxidável com a alça em resina. Sua capacidade é de até quatro xícaras do café.

Ele possui um design diferente com a base achatada e com 3 furos em forma de triângulo.

Precisa de filtro especifico, sanfonado, para dispersar menos o calor e manter a temperatura do café mais quente.

Prós:

  • Seu design achatado e com furos, proporciona a melhor extração de café e de maneira mais uniforme;
  • Maior durabilidade.

Contra:

  • Necessita de utilização de filtros de papel. Além disso, esse deve ser um filtro próprio com forma sanfonada para permitir o mínimo de contato da água na parede do mesmo;
  • Preço bem elevado.

Aqui o custo do coador é bem mais alto que em outros modelos: R$423,00.

7 – Bialetti

coador-inox-tramontina-brasil-em-cafeteira-italiana

Um dos melhores em inox, mais resistente e de maior qualidade. Não demanda o uso de filtros descartáveis ou reutilizáveis, pois o pó fica dentro dele diretamente.

Prós:

  • Possui uma tela interna fina que não permite a passagem do pó e mantém a bebida mais encorpada e com excelente sabor;
  • Muito prático, pois não precisa utilizar filtros e o processo de coar é bem rápido;
  • Fácil de ser higienizado;
  • Design inovador.

Contra:

  • Preço um pouco alto.

O seu preço fica em torno de R$197,00.

8 – Filtro Reutilizável Ecológico

sustentável-para-cafeteira-103-melitta-lavável-tnt-102-dia

Esse tipo de coador, é muito bem avaliado e recomendado para pequenas porções. Para quem preza por ser ecologicamente correto, esse é um modelo perfeito.

Prós:

  • Em aço inox;
  • Filtra perfeitamente o pó sem impedir a passagem de óleos essenciais para a sua xícara;
  • Permite um café bem aromático e encorpado;
  • Possui ótima avaliação entre os consumidores;

Contra:

  • Muitos usuários reclamam por ser um exemplar pequeno, ou seja, ele serve para preparar apenas 1 xícara de bebida.
  • Indicado para quem mora só ou que faz a ingestão esporádica do café.

Valor médio de cada unidade é de R$49,90.

Quem inventou o coador de café?

O filtro/coador, de papel especificamente, surgiu no ano de 1908 pela Melitta Bentz. Seu intuito era tentar eliminar o amargor e o sabor forte do café pelo método de cocção. Até aquele momento, só existia o famoso coador de pano.

No entanto, devido a essa criação, Melitta Bentz entrou definitivamente para a história e se tornou conhecida como a inventora da forma revolucionária de preparar café com o uso de coadores descartáveis.

Qual o tecido utilizado é o mais recomendado?

Para os modelos de pano, existem versões em flanela ou em algodão.

Neles, geralmente a bebida fica mais encorpada, com sabor mais acentuado e com a preservação dos óleos e nutrientes em sua totalidade.

Como guardar o coador de café de pano?

Para evitar proliferação de bactérias e garantir que a próxima preparação seja tão satisfatória quanto a primeira, é preciso guardar de maneira adequada.

Logo depois de realizar a filtragem da bebida, deve-se descartar a borra em lixo próprio e orgânico, higienizar e guardar em um recipiente com tampa dentro da geladeira.

Como escolher o melhor?

Se você deseja adquirir um bom coador, no momento de escolher atente-se a algumas informações como:

  • Quantidade;
  • Modelo de filtragem;
  • Praticidade;
  • Tamanho e capacidade;
  • Material.

Tudo dependerá da sua necessidade e rotina diária.

Qual o tipo de material é utilizado para os coadores de café?

Há vários tipos de coadores no mercado, e os materiais mais comuns são:

  • Plástico – São mais acessíveis, mais básicos, práticos e podem ser encontrados sob diversas formas e cores. Para uso, demandam o uso dos filtros descartáveis de papel;
  • De Pano – A grande maioria, afirma que esse modelo garante um sabor único e autêntico. Além de ser reutilizável, há versões de preparações individuais diretamente na sua xícara;
  • Aço inox – Geralmente são mais duráveis, resistentes a corrosões e também a variações da temperatura. Além disso, sua limpeza é facilitada;
  • Cerâmica – São mais sofisticados, porém, mais caros e exigem muita cautela no manuseio.

Embora várias pessoas afirmam que o café de coador é muito mais fraco do que o espresso, saiba que ele pode ser muito saboroso, encorpado e principalmente de qualidade.

Vale lembrar que, os filtros de papel impedem a passagem total dos óleos e com isso o café pode ficar um pouco menos encorpado e mais fraco.

Qual volume é o mais utilizado e quanto cabe em um coador?

Diante de tantos modelos, é fato que existam diferentes e variados tamanhos de coadores em todo o mundo.

Os confeccionados em pano, podem ser encontrados de tamanho maior que são capazes de preparar de uma só vez porções de cinco litros do café. Ademais, há também opções mini para preparação de somente uma xícara.

As opções de plástico geralmente preparam até 4 xícaras de café e nos modelos fabricados em inox podem fazer desde uma xícara até no máximo 600 ml de bebida.

Já os de cerâmica, são versões que permitem preparar poucas quantias do café se comparado ao de pano, algo entre 1 e 4 xícaras.

Como usar corretamente, tem algum segredo?

Para qualquer tipo de coador existente ou para qualquer uma das maneiras de coar, seja com ou sem filtro descartável, é indispensável o cuidado com a temperatura da água.

A água, no entanto, precisa estar bem aquecida e não fervida, isto é, quando iniciar a formação de bolhas, esse é o ponto exato para coar.

No momento de passar o seu café, a água deve ser despejada sobre o pó aos poucos e feito com movimentos leves e circulares até o seu término.

Vale ressaltar que não é recomendado, misturar a água e o pó, com a ajuda de uma colher para não interferir no sabor e na qualidade do seu café.

Quais cuidados deve se ter ao manusear o coador?

A forma de manusear o coador, depende do seu material e também de quais os itens necessários para passar a bebida.

Para quem possui uma garrafa térmica, por exemplo, e pretende passar o café diretamente no seu bocal, precisa escolher o coador de encaixe perfeito para evitar acidentes e/ou vazamentos.

Se desejar coar diretamente na sua xícara, o cuidado é exatamente o mesmo. Além disso, cuidar para utilizar versão mini e específica para isso.

Para utilizar o de inox ou cerâmica, precisa seguir as instruções do fabricante para não errar. Apesar disso, todos são bem funcionais e fácil de utilizar.

É importante frisar que, os coadores de pano são predispostos a reter bactérias se não forem higienizados de maneira correta.

Por esse motivo, o seu manuseio é simplificado, porém a sua higienização deve ser realizada imediatamente após a filtragem e armazenado de maneira adequada como já explicado.

Além disso, é recomendado por baristas profissionais, ferver sempre o coador de pano antes de utilizá-lo em sua primeira vez.

Conclusão

Nesse artigo, você pôde conferir os 8 melhores modelos de coadores que existem em todo o mercado. É possível encontrar diferentes tipos em diferentes materiais.

Então, qual escolher?

Cada um possui uma característica específica, entretanto, todos eles são bem funcionais e com uso facilitado.

Por essa razão, você é verdadeiramente a única pessoa a identificar a necessidade e demanda diária bem como também a sua rotina.

Não há uma regra que você precisa seguir, a verdade é que tudo dependerá do gosto pessoal. O ideal então, é avaliar as características para escolher o que mais combina com você.

O design e características, por exemplo, podem definir se terá uma bebida mais forte, encorpada, mais pura, mais cremosa, em menor ou em maior quantidade.

Além disto o tipo do material interfere também no sabor e no tempo necessário para preparar o café.

Identificando as suas reais necessidades, compare-as com as características das opções listadas e escolha o seu padrão ideal.

Certamente, independentemente da sua escolha, você garantirá qualidade, sabor, aroma e sensações de tomar o seu café.

Seja para iniciar o dia com energia ou para compartilhar tardes com familiares e amigos, essa bebida é sempre uma ótima escolha!

Gostou? Por favor nos ajude: compartilhe!